Amor

Paralisada da cintura para baixo, mulher viaja o mundo com ajuda do marido: “Me carrega nas costas”

1 Capa Paralisada da cintura para baixo mulher viaja o mundo com ajuda do marido Me carrega nas costas

Ela caiu de moto e fraturou a coluna. Pensou que sua vida estaria acabada, mas seu marido faz toda a diferença e a leva para todos os lugares!



O relato de Giulia Lamarca mostra como a pessoa certa ressignifica os momentos, mesmo que eles não sejam bons. Ao Love What Matters, ela contou sua história de vida e os desafios depois que perdeu os movimentos das pernas.

Ela tinha 19 anos quando caiu de moto e viu a vida toda mudar. Fraturou a coluna, passou por uma cirurgia e percebeu que tinha ficado paraplégica por causa da lesão na medula espinal. Agora ela só conseguiria se locomover usando uma cadeira de rodas.

Sua vida antes do acidente era muito ativa, ela era jogadora de vôlei e tênis, e queria se profissionalizar, mas com a terrível mudança, não sabia mais se seria feliz de novo.


Embora o momento fosse muito complicado, Giulia disse que jamais desistiria. Precisou aprender a viver novamente, dessa vez, com a ajuda de uma cadeira de rodas. Ela disse que não foi fácil tentar reagir a esse novo normal e encontrou maneiras de recuperar sua independência.

Foi em sua reabilitação que conheceu seu marido, na época, um jovem fisioterapeuta. Ela sentia medo de ter um relacionamento novamente, porque as coisas não acabaram bem, desde que sofreu o acidente com o ex-namorado.

Giulia imaginou que não sabia se conseguiria ser aceita novamente, por isso tinha medo de namorar novamente. Mas Andrea ficou ao seu lado durante todo o processo, sendo um grande amigo e confidente.

1 2 Paralisada da cintura para baixo mulher viaja o mundo com ajuda do marido Me carrega nas costas

Direitos autorais: reprodução Instagram/@_giulia_lamarca.


1 4 Paralisada da cintura para baixo mulher viaja o mundo com ajuda do marido Me carrega nas costas

Direitos autorais: reprodução Instagram/@_giulia_lamarca.

1 3 Paralisada da cintura para baixo mulher viaja o mundo com ajuda do marido Me carrega nas costas

Direitos autorais: reprodução Instagram/@_giulia_lamarca.

Então ela percebeu que poderia dar uma chance a esse amor, e assim o fez. Relatou que foi a melhor escolha de sua vida. Como já havia dito que era uma pessoa muito ativa antes do acidente, imaginou que seu sonho de viajar estaria fadado ao fracasso. Mas Andrea a encorajou de uma maneira especial.

Começaram a namorar e ele a levou para viajar, carregando-a nas costas. Ao perceber que era dessa forma que ela se sentia livre, ele a inspirou sempre a não desistir. Casaram-se e transformaram-se em duas pessoas inseparáveis, companheiros de viagem que se apoiam e alcançam os objetivos.


Foi através das viagens que Giulia se redescobriu. Não é porque ela é paraplégica que não pode nadar no mar da Indonésia, por exemplo. Até montanha ela já escalou, com o marido segurando-a e mostrando-lhe como o amor pode curar um coração.

1 5 Paralisada da cintura para baixo mulher viaja o mundo com ajuda do marido Me carrega nas costas

Direitos autorais: reprodução Instagram/@_giulia_lamarca.

Giulia conclui que Andrea a deixa tão feliz, que ela se esquece de que não pode andar. Ele a impulsiona a sempre continuar, dando-lhe todo apoio, amor e carinho. Ela percebeu que a vida pode ser transformada para melhor, com as pessoas certas. Finalizou dizendo que muitos encontram a força necessária no esporte, mas ela encontrou no amor.


5 atitudes que uma mulher independente e bem-resolvida toma em um relacionamento!

Artigo Anterior

Diagnosticada com raro tumor no rosto, menina de 11 anos “se aceita como é”, diz mãe

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.