Comportamento

“Pare com seu show sexual”: vizinho reclamou de barulhos desagradáveis e foi respondido

Capa Pare com seu show sexual vizinho reclamou de barulhos desagradaveis e foi respondido
Comente!

As relações íntimas de moradores do prédio estavam causando perturbação entre outros vizinhos. O volume da ação estava muito alto!

Convivência certamente não é o assunto mais fácil de se tratar. Quer seja com a família, os amigos, no local de trabalho, com parceiros românticos, estar rodeado por pessoas e ter de manter a civilidade pode ser desafiador em alguns momentos, e em nossa sociedade isso é bem comum.

Há quem diga que a cura para isso seja ficar recluso, evitar ao máximo interações sociais, assim podemos ser nossa versão mais verdadeira – para o bem e para o mal – e não nos limitar pelos olhos dos outros. Entre quatro paredes, na segurança de nosso lar, podemos relaxar das pressões de manter a performance que a convivência exige.

Resumidamente, se quer evitar problemas de convivência, fique em casa. Parece simples e prático, certo?

Mas, então, o que acontece quando sua casa está unida a várias outras, e as vivências de nossos vizinhos invadem a nossa?

O que fazer quando, mesmo dentro de casa, as questões de convivência com terceiros são um desafio?

Na Argentina, moradores de um prédio passaram por uma situação que se enquadra no que foi descrito acima: os barulhos causados pelas relações sexuais que aconteciam em um apartamento específico. A perturbação foi tanta que um bilhete foi deixado no elevador de uso público, à vista de todos os condôminos, pedindo por escrito que “parassem um pouco com o show sexual”.

O caso ganhou fama na internet, após ser publicado na rede social Twitter, por uma mulher que aparenta ser moradora do prédio. Na legenda da publicação, lê-se: “Neste edifício só fica entediado quem quer”, fazendo uma alusão aos casos que tornavam a vida no prédio mais interessante e engraçada, como esse.

No bilhete, é possível ler um pedido, um clamor de algum vizinho já exausto do barulho. No papel, pede-se que o morador do 7C dê uma pausa em seu show sexual diário, pois existiam outras pessoas no prédio, pessoas estas que precisavam dormir para trabalhar e pagar pelo teto sob suas cabeças. Pela amargura das palavras, podemos imaginar que o autor da carta já estava noites e mais noites sem dormir por conta dos barulhos afetuosos emitidos pelo apartamento 7C.

Embora a forma como o vizinho irritado resolveu lidar com a situação possa ser um tanto constrangedora – já que deixou o bilhete para todos verem e ainda identificou o apartamento problemático, colocando um holofote em cima de seu morador ou moradora – a carta de reclamação não passou despercebida e obteve uma resposta direta.

Apesar de ser difícil dizer com absoluta certeza se quem respondeu foi realmente o inquilino do 7C, mesmo com a assinatura “Assinado 7C” na resposta – afinal, qualquer um tinha acesso ao bilhete – é o mais provável que, de fato, isso tenha acontecido. Não intimidado pela exposição, o “barulhento” ou “barulhenta” respondeu ao seu adversário.

Abaixo do primeiro recado no papel – o que pedia por menos edições do show sexual – é possível ver que outra pessoa escreveu: “Não seja um invejoso! Deixe os outros desfrutarem a vida, sua pessoa amarga!”.

Se a primeira parte da história já tinha apetecido o público online, com o confronto, a publicação alcançou mais pessoas ainda. A postagem viralizou e vários internautas comentaram sobre a situação no prédio, sem papas na língua!

Teve quem reclamou que nem mesmo em casa as pessoas podiam fazer o barulho que quisessem em seus momentos íntimos, que logo foram confrontadas por quem acredita que é preciso sempre respeitar os que estão à volta, sem a necessidade de fazer um escândalo cheio de gritos.

Houve também alguns perfis que compartilharam fotos de bilhetes deixados em seus prédios, expondo as dificuldades de convívio que sempre ocorrem em aglomerados de vizinhos tão próximos.

Problemas com pets, crianças bagunceiras, outros amantes barulhentos e muito mais é possível ver nos comentários, ou seja, apenas mais provas de que, onde quer que você esteja, todo condomínio tem problemas!

Comente!

5 atores e atrizes de Hollywood que pareciam ter acabado com suas carreiras, mas brilharam de novo

Artigo Anterior

“Messi não faz isso.” Cristiano Ronaldo deu a camisa e um abraço em fã que entrou em campo

Próximo artigo