ColunistasComportamento

Pare de carregar o mundo nas costas e vá ser feliz!

Como terapeuta holística, eu não me canso de atender todos os dias pessoas que carregam problemas alheios nas costas e adoecem seriamente por isso. 



As queixas são as mais variadas. Dores nas costas, esgotamento físico e emocional, desânimo, desesperança, falta de libido, dores de cabeça crônicas e vício em ficar preocupado o tempo todo são apenas alguns dos problemas apresentados por pessoas que simplesmente não conseguem abrir mão do controle nem em benefício próprio.

A origem quase sempre é a mesma: Querer consertar outras pessoas, sufocar a própria alma em benefício alheio, para que haja paz e harmonia em família.

Alguns, quando aconselhados a fazer algo em benefício próprio, já vomitam uma lista enorme de desculpas para continuar querendo abraçar mais problemas e cargas energéticas do que podem suportar.


Ficar em frangalhos pelo bem maior está longe de ser uma atitude benéfica, pois se você cair, certamente o mundo todo sobreviverá a sua ausência, pode ter certeza disso.

Se o mundo e as pessoas certamente continuarão seguindo em frente sem você, então, o que acha de começar a tirar um tempo para pequenas realizações pessoais que lhe trarão satisfação e alegria?

Roupas novas, cursos que o ensinarão algo que você sempre quis aprender, viagens prazerosas, conhecer pessoas novas que tenham uma energia boa e possam ensinar-lhe algo novo.

Por fim, são diversas opções para que você possa se reconectar com sua alma.  Então, diga-me sinceramente:  Por que não mudar? Pense nas pessoas que você admira. O que elas têm que tanto o atrai? O que você pode fazer para sentir orgulho de si mesmo?


Estas respostas estão dentro de você! Se ao olhar  para o espelho,  o reflexo que enxerga não é o que quer,  comece a pensar no que você pode fazer para mudar e se sentir orgulhoso de si mesmo!

Quando você luta por si mesmo, quando você respeita seus sonhos e vontades, todos ao seu redor começam a respeitar também. A vida gosta de quem gosta dela, pense nisso!

Que Deus o abençoe sempre!

______________


Direitos autorais da imagem de capa: Diego Sulivan on Unsplash

Objetivos realizados são resultados de metas neurologicamente corretas!

Artigo Anterior

Quando ciclos terminam…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.