ColunistasRelacionamentos

Pare de competir com o(a) ex dele(a). Seja você!

Pare de competir

A minha mensagem é curta, objetiva e direta. Abandone essa paranoia de competir com o(a) ex dele(a).



Francamente, isso uma baita imaturidade. Que tal focar em ser você mesmo(a) nessa relação? Mostre a ele(a) os seus encantos, você é único(a), uma versão humana inédita nesse planeta.

Nada encanta, se não tiver autenticidade, se não tiver alma, se não tiver essência.

Como espera surpreender, se você está focado em imitar ou superar alguém que o(a) seu(ua) parceiro(a) deixou para trás? Pouco importa se o ex-relacionamento dele(a) foi marcante, traumático ou avassalador. Ainda que você considere que a pessoa ainda tenha uma ligação emocional com o(a) ex, desista da ideia de competir com esse passado.


Agir assim é a tradução da sua insegurança e da sua baixa autoestima. Você está deixando de lado todo o seu potencial como homem/mulher e ser humano, para tentar copiar alguém que, no fundo, você avalia ser melhor do que você.

Será que você imagina que ser você mesmo não vai surtir nenhum efeito nessa relação?

Será que essa pessoa quer conviver com uma réplica/rascunho do(a) ex ou será que ela quer alguém diferente? Já pensou sobre isso? Eu, particularmente, acho desanimador quando percebo uma pessoa tentando ser quem ela não é. Parece produto pirata, é um balde de água fria.

Competir com o ex dele(a) só vai desviar o seu foco do que vale a pena. Você vai perder a oportunidade de expressar a sua forma única de amar, de envolver e seduzir, de cativar, de se entregar.


Se tiver que competir, que seja consigo mesmo(a), superando-se a cada dia, oferecendo o seu melhor a essa pessoa que chegou em sua vida.

Faça valer a pena! Acredite na sua capacidade de ser e fazer alguém feliz. Não imite ninguém, seja verdadeiro com o seu par e, principalmente, consigo mesmo(a). Você pode acabar se violentando emocionalmente nessa tentativa de ser outra pessoa.

Não compensa. “Seja você mesmo(a), todas as outras pessoas já existem”.



Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF / newagecinema


Quaresma: reflexão, autoconhecimento e perdão

Artigo Anterior

Ter uma irmã “falante” ajuda a evitar a depressão, de acordo com estudo

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.