ColunistasReflexão

Parece, mas não é…

Parece mas não é…

#NarrativasQueInspiram – Parece, mas não é



Há algumas narrativas que parecem um tipo de filme, mas na verdade a história está nas entrelinhas. Numa busca sutil para inspirar os espectadores.

Um dos filmes que melhor mostra isso é o ‘Máquina Mortífera’. O filme, assim como as três sequências, trata de uma história sobre famílias e todas as questões relacionadas, como discriminação quanto a classe social e etnia.

Na história de ‘Máquina Mortífera’ temos Martin, um policial viúvo que perdeu o amor de sua vida tragicamente, e Roger um policial casado, com três filhos.


Eles moram em Los Angeles e após formarem uma parceria única, tornam-se conhecidos como os policiais que criam mais encrenca na cidade e causam vários prejuízos.

Porém, por serem bons detetives, as confusões são ignoradas sempre que possível.

Em meio a toda ação da trama, comum no gênero, há uma bela história de família, já que a amizade dos dois policiais os unem feito irmãos. Cuidando um do outro e, no caso do Martin, da família do parceiro. Abraçando como sua e se preocupando com o bem-estar de todos.

No decorrer dos quatro filmes, o foco na família fica cada vez maior, mostrando a verdadeira trama nas entrelinhas do aparente filme de ação.


Já a série de TV baseada nos roteiros dos filmes, muitas coisas foram atualizadas, mas os roteiristas deixaram ainda mais evidente a história de família das entrelinhas.

O que os roteiros querem é inspirar as amizades que são mais fortes que laços de sangue e mostrar que famílias têm problemas, mas quando são unidas, tudo é possível!

10 sinais de que você é uma pessoa seletiva:

Artigo Anterior

Coisas que eu descobri sobre a vida aos 30 anos:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.