Notícias

Motorista descobre que passageiro morreu ao parar no final da linha e ele não descer

passageiro de onibus

Os bombeiros informaram que o passageiro tinha 65 anos e acabou falecendo por conta de uma parada cardiorrespiratória.



Mesmo quando inevitável, a morte sempre mexe com as sensações do ser humano, fazendo-o pensar sobre a fragilidade da existência, sobre os sonhos que nunca realizou e até mesmo sobre a importância que sua vida teve no mundo. O luto está entre um dos processos mais difíceis de se passar, e cada um terá que aprender como lidar com os vazios que a vida e a morte impõe ao longo dos anos.

Quando um acidente inesperado acontece, as pessoas envolvidas naquele momento acabam fazendo parte de uma narrativa alheia, a partir daquele momento histórias se tangenciam, fazendo com que, a partir dali, novas se criem. Presenciar a morte e lidar com a perda, mesmo que seja de alguém desconhecido, não é algo simples.

Um homem de 65 anos foi encontrado morto em um Terminal Rodoviário, em São Sebastião, no Distrito Federal. O caso aconteceu no dia 9, e a vítima estava dentro de um ônibus quando o motorista e o cobrador, acreditando que ele estava dormindo, começaram a chamá-lo para descer na parada final.

De acordo com reportagem do G1, várias testemunhas afirmam que o idoso “parecia estar dormindo”, e que, quando tentaram fazer com que “acordasse”, perceberam que ele não respondia a nenhum tipo de estímulo. Na mesma hora, os bombeiros, o Samu e o resgate aéreo foram chamados para acompanhar o caso.


Os socorristas passaram 47 minutos tentando reanimar o homem, mas não tiveram sucesso. Os médicos explicaram que ele teve uma parada cardiorrespiratória durante o trajeto do ônibus. A Polícia Civil foi chamada ao local e a vítima conseguiu ser identificada até o momento apenas pelo primeiro nome: Ilizeu.

Nas redes sociais, o caso acabou chamando a atenção pelo tom de dramaticidade que imprimiu, sendo que muitas pessoas ficaram especulando sobre sua família, seu ofício e até mesmo qual trajeto estava pegando. Ele estava indo ou voltando? Era mais um dia comum daquele senhor ou ele estava vivenciando algo novo.

Mesmo sendo um completo desconhecido para todos que estavam presenciando a descoberta de sua morte, Ilizeu passou a fazer parte da vida de todos que o viram, ou que, de alguma forma, tiveram contato com sua história. Reconhecer que, de fato, podemos morrer a qualquer momento, e que a vida é extremamente frágil não precisa ser algo que nos paralisa, mas o oposto, algo que nos mova sempre para frente.

Até o momento não tem informações sobre os familiares do idoso, seu sobrenome ou mesmo se era casado e tinha filhos. A Polícia está investigando o caso e aguarda para obter mais respostas, esperando que os familiares do senhor apareçam quando se derem conta que ele nunca mais voltou. Todos os jornais do país estão aguardando pelos desdobramentos do caso, principalmente porque a forma como ele deixou o mundo foi solitária e dramática.


Pressionada a pintar os cabelos, Preta Gil aparece grisalha e diz: “Respeite meus cabelos brancos”

Artigo Anterior

Casal pula em rio para salvar filhos e os dois morrem afogados, no MA

Próximo artigo