Notícias

Para confortar menino em voo de seis horas, passageiros cantam “Baby Shark” e emocionam

Passageiros cantam Baby Shark capa

O pai e o filho não têm os nomes divulgados, e o caso se tornou público depois que o apresentador de rádio de Dubai Parikshit Balochi compartilhou em seu Instagram.

Para todas as pessoas que têm filhos, principalmente os que estão abaixo dos três ou quatro anos, alguns momentos podem ser verdadeiros exemplos de sufoco e pressão externa. Quantas vezes já não se deparou, por exemplo, com uma criança pequena “fazendo birra” dentro de um supermercado?

Esses comportamentos são comuns, principalmente quando consideramos a parte clínica e de desenvolvimento infantil nessa faixa-etária. Uma das áreas que não nascem prontas só porque as crianças estão vivas é o neocórtex, parte superior do cérebro, responsável pela solução de problemas, pelo pensamento analítico, pela reflexão, planejamento e imaginação.

Vale lembrar, que essa área só se desenvolve efetivamente quando os indivíduos completam 25/26 anos, o que significa que passamos boa parte da vida sem a camada de gordura que reveste os axônios, os responsáveis pela transmissão dos sinais cerebrais entre as células nervosas. Sempre que uma criança se comporta de maneira agressiva, três coisas podem estar acontecendo em suas cabeças naquele exato momento: raiva, medo, ou receio de se separar de um familiar.

Foi exatamente isso que aconteceu em um voo de seis horas de Dubai para Tirana, na Albânia, no dia 10 de março. Nas redes sociais, o vídeo de um pequeno chorando no colo de seu pai poderia ser apenas mais uma cena em que os adultos e responsáveis precisam lidar com as crianças, da forma mais calma e paciente possível, mas acabou se tornando um exemplo de comportamento neurocompatível.

Os passageiros do avião decidiram ajudar a confortar o pequeno, que estava no colo do pai, cantando a música viral “Baby Shark”, que realmente funcionou distraindo o menino. A chateação era visível no olhar da criança, e o pai estava desempenhando seu máximo para ajudá-la a passar por aquele momento difícil, e ao invés dos outros clientes do voo se incomodarem com o choro, eles simplesmente resolveram mostrar o que é um exercício de cidadania.

Segundo informações do Daily Mail, o vídeo foi feito pelo apresentador de rádio de Dubai Parikshit Balochi, e publicado em seu TikTok, que já tem mais de 7 milhões de visualizações. Os passageiros aparecem sorrindo, mostrando que estão se divertindo com a situação, e que realmente estão se empenhando para ajudar aquele homem a acalmar a criança.

O apresentador de rádio explicou que a criança estava sentada com seu pai na poltrona ao lado e não parava de chorar, e as pessoas ao redor imediatamente começaram a demonstrar uma certa predisposição a querer acalmá-lo ao invés de julgar o homem por “não controlar o próprio filho”.

Mesmo assim, nada funcionava com o menino, e foi quando um grupo de pessoas, incluindo Balochi, começaram simplesmente a cantar “Baby Shark”, fazendo com que mais e mais passageiros se unissem à tentativa de acalmar o menino. Felizmente, a cantoria deu resultado, e muitos internautas disseram que se sentiram acalantados com o que viram, percebendo que as crianças também fazem parte da nossa sociedade e merecem ser tratadas com respeito.

No Brasil, várias páginas de criação infantil compartilharam o momento viral, explicando a importância de se ter uma comunidade comprometida com o bem-estar infantil, para que além de não sobrecarregar aqueles que estão auxiliando em sua criação, ela tenha a oportunidade de crescer e se desenvolver de maneira plena, sabendo que é bem-vinda em sua comunidade.

Confira o vídeo abaixo e se emocione:

0 %