Notícias

Depois de apresentar piora, Paulo Gustavo respira com ajuda de pulmão artificial

paulo gustavo

Equipe médica decide fazer terapia por ECMO (oxigenação por membrana extracorpórea), para permitir melhor recuperação da função pulmonar.



Estamos acompanhando o estado de saúde do ator Paulo Gustavo, que está internado desde o dia 13 de março, com um quadro grave de covid-19. Após agravamento de seu quadro clínico, a equipe médica optou por iniciar terapia por ECMO, técnica de oxigenação por membrana extracorpórea.

Intubado desde o dia 21 de março e tendo apresentado melhora em seu quadro geral, o estado de saúde do ator piorou, sendo necessário iniciar o novo tratamento. Segundo reportagem do G1, a assessoria de Paulo Gustavo foi quem enviou um comunicado à imprensa na noite do dia 2 de abril.

Segundo a equipe médica que cuida do artista, a terapia coadjuvante com ECMO tem o objetivo de permitir melhor recuperação da função pulmonar. Depois do início do tratamento, a situação permaneceu estável por duas horas, antes do comunicado oficial.


A ECMO é uma terapia que funciona como pulmões e coração artificiais em pacientes com comprometimento desses órgãos, muito utilizada em casos graves de covid-19.

Os respiradores fornecem mais oxigênio ao corpo, enquanto a ECMO funciona como um segundo pulmão, fazendo com que as pessoas tenham mais chances de se recuperar.

É uma técnica de suporte à vida, criada em 1950, que tem ajudado muito em casos graves do novo coronavírus, mas que é extremamente complexa, de alto risco e custo. Os pacientes submetidos a essa terapia correm risco de apresentar hemorragias, formação de coágulos sanguíneos e infecções.

Essa forma de oxigenação usa uma bomba para fazer circular o sangue do paciente por um pulmão artificial fora do corpo, que volta à corrente sanguínea. Essa técnica passou a ser usada em casos graves de covid-19 no início de fevereiro de 2020, quando médicos chineses aumentaram sua aplicação em pacientes que apresentavam síndrome respiratória aguda grave.


Quando os ventiladores mecânicos não aumentam a oxigenação sanguínea, o tratamento pode auxiliar na recuperação da respiração, reduzindo as fatalidades em até 3%. Em pacientes em estado crítico, observou-se redução na mortalidade de 59% (passou de 71% para 46%) em quem usava a membrana extracorpórea.

O ator Paulo Gustavo apresentou sensível melhora no início do tratamento com ECMO, e mesmo que ainda seja cedo para saber como será a resposta do seu organismo, os médicos estão confiantes em sua melhora. Familiares e amigos seguem compartilhando orações e pedindo energias positivas para o artista e todos os que se encontram na mesma situação.

Comente abaixo e compartilhe este texto nas suas redes sociais!


Homem polemiza ao dizer que mães solteiras são apenas para “uso recreativo”

Artigo Anterior

Sem minha fé em Deus, nem sei o que seria de mim

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.