Comportamento

“Peito de vaca”. Mulher é atacada pelo tamanho dos seios, mas não deixa de usar decote

Foto: TikTok
capa Peito de vaca mulher e atacada pelo tamanho de seus seios mas nao deixa de usar decote

A mulher não parece muito incomodada com as críticas que anda recebendo!

Se existe uma coisa com a qual as mulheres estão acostumadas são os julgamentos. Vem de tempos antigos o hábito de classificá-las seguindo apenas um padrão, o da submissão, personalidade discreta e do corpo escultural, e todas que se desviam dessas “regras” por qualquer motivo são alvos de solidão, preconceito e piadas de mau gosto.

Sem dúvida vivemos em uma sociedade em que essas “tradições” estão sendo mais questionadas e dissolvidas com o passar do tempo, mas ainda temos muito a evoluir no sentido do respeito pelas mulheres.

Não precisamos olhar muito longe para ver mulheres sendo repreendidas e ridicularizadas por suas escolhas dentro da família, na profissão e nos relacionamentos amorosos. Essas constantes críticas e comparações acabam por fazer com que várias delas desenvolvam baixa autoestima e até mesmo depressão e ansiedade.

No entanto, algumas mulheres se levantam contra as críticas e fazem questão de se mostrar mais poderosas do que quem as julga. Mariana Vida, dos EUA, no seu perfil no TikTok, contou sobre comentários desnecessários e ofensivos que costuma ouvir de algumas pessoas por conta do tamanho dos seus seios.

Como se sabe, os seios naturais são uma consequência da genética, e é comum ficarem com aspecto “caído” por conta de seu peso. Mariana tem seios fartos, e por conta disso acaba sendo vítima de comentários maliciosos.

2 Peito de vaca mulher e atacada pelo tamanho de seus seios mas nao deixa de usar decote

Direitos autorais: Reprodução TikTok / @monisvida

Mariana apareceu em algumas imagens usando um decote, e escreveu um comentário recorrente: “Como você pode usar roupas abertas com esses peitos de vaca caídos?”

Com uma pose confiante e afrontosa, a mulher parece se orgulhar dos seus seios, e adicionou na legenda: “Talvez eu faça uma cirurgia quando parar de ter filhos, mas até lá vou mantê-los em volta do meu pescoço enquanto durmo”.

A frase original e da mulher chamou a atenção dos internautas, que não economizaram nos elogios à sua autoconfiança e autoestima. “Como mãe, você realmente me inspira, porque estou na mesma situação, mas quando seus vídeos aparecem, você me faz sentir muito confiante em mim mesma”, escreveu uma pessoa. “Tudo bem, alguns homens não conseguem lidar com uma mulher de verdade”, acrescentou uma segunda pessoa.

Uma terceira disse que Mariana “está linda” e outra ainda fez uma reflexão sobre a forma como somos ensinados a julgar outras pessoas com base apenas na aparência: “As pessoas não entendem como os corpos funcionam”.

Outro escreveu: “Eu não entendo por que as pessoas têm tanto ódio. Seus seios são ótimos”, e ainda observou: “Honestamente, o corpo de uma mãe é uma obra de arte, uma perfeição da realidade!”.

3 Peito de vaca mulher e atacada pelo tamanho de seus seios mas nao deixa de usar decote

Direitos autorais: Reprodução TikTok / @monisvida

A mãe de três filhos pareceu bastante motivada com os comentários, pois continuou compartilhando conteúdos sobre o seu corpo com bastante segurança.

Felizmente, as mulheres estão aprendendo a rebater os críticos e abraçar o seu amor-próprio. Há algum tempo, compartilhamos aqui o caso de uma mulher que também passou por uma experiência bastante desagradável por conta de seu “corpo real”.

Dalina conheceu um tatuador numa academia e resolveu marcar uma nova tattoo com ele, mas não fazia ideia da dor de cabeça que isso lhe causaria. Ela foi ao estúdio do homem para tatuar a barriga, e ele pediu que tirasse a blusa, o que não era estranho. Algum tempo depois, ele disse algo que acabou com o clima e a fez ir embora com a tatuagem incompleta. O profissional lhe disse que seus seios eram assimétricos e que ela ia à academia porque tinha “gordura nas costas”.

Revoltada, ela se levantou, foi embora e ainda contou o caso nas redes sociais, onde foi procurada por outras mulheres que também tinham críticas contra o profissional.

0 %