ColunistasComportamentoReflexão

Pensa porque permites que te tratem sem respeito e esforças-te mesmo assim para continuar a agradar-lhes…

Pensa porque deixaste de querer tanto algumas coisas e passaste a resignar-te com tão pouco de quase nada.



Pensa porque permites que te tratem sem respeito e esforças-te mesmo assim por continuar a agradar-lhes.

Pensa em tudo aquilo que abdicas para que te deem valor e no pouco que te estimam.

Pensa porque demonstras uma felicidade que sabes ser mentira e permites-te chegar a casa muito mais exausto do que quando saíste.


Pensa no pouco que acreditas merecer do amor para escolher ter medo de amar.

pensa-foto-de-dentro

Pensa porque insistes em concordar quando te apetece discordar.

Pensa nas vezes em que te devias zangar e limitas-te a pedir desculpa.


Pensa aonde vais estar daqui a um ou dois anos se nada disto mudar.

Pensa por que razão ainda sonhas com milagres se deixaste há tanto tempo de orar.

Pensa sobretudo em quem te tornaste e no quanto te desagrada sê-lo, porque se deixares de pensar nisso vais seguramente também deixar de acreditar na existência de quem ainda podes vir a ser.

E mais ainda do que tudo, pensa até onde podes chegar se o que pensas sobre ti mesmo valer muito mais do que aquilo que os outros querem fazer-te crer sobre aquilo que vales para eles.


O início da primavera…

Artigo Anterior

Plantas em casa – cultive boas energias!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.