Pense com consciência, fale com responsabilidade: o poder da palavra!

Neste artigo vamos falar sobre a energia e o poder das palavras proferidas por nós e suas consequências positivas ou negativas para ser humano e o mundo.

As palavras estão sempre carregadas energeticamente por quem as profere ou as escreve, que nelas imprimem suas emoções, suas ideias, seus pensamentos (que formam a sua consciência), não se preocupando muito com o aspecto formal, estrutural, mas, sim, com o que vem do coração (disse Jesus: “A boca fala do que o coração está cheio”).

Se não houver pureza nem sinceridade em nossas palavras, não conseguiremos atingir nem influenciar positivamente os outros.

A palavra, uma vez proferida, é como um tiro disparado, que não pode ser recolhido, revertido. Por isso, temos que ter muito cuidado e pensar antes de emitirmos nossas palavras.

Sabemos que a palavra falada conduz ectoplasma e gera reação positiva ou negativa, de alegria ou de tristeza, possibilitando ao Homem utilizar seu livre arbítrio para se elevar a si mesmo ou ao seu próximo, bem como causar os maiores desastres.

A palavra bem emitida, carregada de vibrações amorosas, tem poder de penetrar os ambientes, as pessoas, animais, plantas, enfim tudo que esteja ao redor e além, mesmo utilizando gravações e meios eletrônicos a mensagem atinge a todos os ouvintes.

Da mesma forma palavras carregadas de ódio, rancor e sentimentos negativos, têm a mesma força e podem causar muitos estragos na saúde física e na mente humana.

Portanto, sabendo do poder que emitimos em nosso mundo através da palavra falada, da mensagem enviada, porque não usar este poder com a devida responsabilidade, para engrandecermos o mundo, começando por nosso lar, nosso ambiente de trabalho, de estudos, vizinhança carregando nossas palavras de sentimentos nobres, amorosos, conciliadores e reconfortantes.

Em nosso dia a dia falamos em modo automático, dificilmente refletimos antes de falar ou responder a uma pergunta, e a sugestão aqui é de utilizarmos uma breve pausa, uma fração de segundo é suficiente (use mais se precisar) para refletir antes de falar ou responder alguém. Isso nos dará a chance de falarmos com segurança no assunto que estamos focados e da qualidade da energia emitida no que falamos.

Importante é avaliarmos que, muitas vezes, é melhor ficar calado do que expressar opinião, (“Sou aquele que fala e cala quando deve”) mas precisamos perceber isso antes de falarmos, pelo fato de não podermos desfazer o ato ou mesmo em muitos casos repará-lo.

Diz um antigo ditado:

Somos senhores das palavras não faladas e escravos daquelas que nos escapam pela boca.

Muitas vezes, uma palavra pode fazer toda a diferença na vida de quem a ouve. Quando alguém está desesperado, depressivo, sem esperança, imagine o efeito de uma palavra negativa na vida desta pessoa! Agora imagine também o efeito de uma palavra amorosa, de apoio, conforto e ajuda. Bem, desnecessário seria comentar mais.

Portanto convido aos leitores a desligarmos do modo automático de falar e usarmos a reflexão para que nossos pensamentos materializados verbalmente ressoem com consciência em nosso mundo.

E que possamos, através de nossas palavras,ajudar a criar uma existência melhor para todos. Pense com consciência, fale com responsabilidade.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo sevalv / 123RF Imagens



Deixe seu comentário