Pessoas inspiradoras

Percebendo a dificuldade dos alunos em aulas on-line, professora brasileira cria varal de atividades!

4 capa Percebendo a dificuldade dos alunos em aulas online professora brasileira cria varal de atividades

Vera percebeu que a internet não estava ao alcance dos seus alunos e decidiu se reinventar, criando uma alternativa para que aqueles alunos continuassem estudando.



O esquema de aulas on-line veio deixar claro que não são todos os alunos que conseguem acompanhar. Alguns porque não possuem os recursos necessários: computador, smartphone ou mesmo sinal de wi-fi. Outros porque não conseguem se concentrar em frente a uma máquina, seja por falta de acompanhamento dos responsáveis, seja pela idade.

São muitos os fatores que nos mostram que as crianças, principalmente as mais vulneráveis ou as que moram em regiões periféricas, estão ficando para trás na escola. O ensino remoto não contempla todos e, percebendo isso, a professora Vera Lúcia Lisboa decidiu criar um “varal de atividades”, que tem gerado mais impacto do que qualquer aula on-line que já disponibilizou.

Profissional da educação há 40 anos, no início da pandemia, a instituição em que trabalha criou uma página no Facebook e um blog, onde os alunos fariam suas pesquisas e pegariam as atividades.


Depois de uns dias, Vera percebeu que nenhum de seus alunos tinha acessado aquelas plataformas, deixando claro que eles não estavam “dentro daquele esquema”, ou seja, a internet não estava ao alcance deles.

Moradora de Vacaria, no Rio Grande Sul, a professora precisou de percepção para compreender os problemas que seus estudantes estavam passando. A partir daí ela começou a pensar em formas e estratégias para conseguir levar a educação a quem mais precisava. Em reportagem à RBS, Vera conta que muitos dos pais de seus alunos trabalham em pomares, sem muito tempo para chegar em casa e organizar material para os filhos.

4 2 Percebendo a dificuldade dos alunos em aulas online professora brasileira cria varal de atividades

Direitos autorais: reprodução/arquivo pessoal.

A solução que encontrou foi algo muito simples, mas que tem funcionado bem: um varal no portão de sua casa, onde coloca as atividades dos alunos penduradas em sacos plásticos. Ela enviou um bilhete aos pais, explicando que a alternativa que havia encontrado para tentar passar por esse período pandêmico requer que eles passem em sua casa e levem as tarefas para os alunos.


Mesmo sendo uma forma simples e “até rudimentar”, os pais gostaram muito, e resolveu um problema que tem mais a ver com a desigualdade social e a falta de oportunidades do que com qualquer outra questão.

Muitas famílias estão lutando para comprar comida e tentar sobreviver financeiramente, por isso não têm acesso à internet e aos equipamentos eletrônicos. Muitos terminam suas jornadas de trabalho exaustos, precisando apenas de um descanso, assim não têm tempo de ajudar em atividades no computador.

Vera acredita que seu “varal solidário” é muito mais do que uma forma de enviar atividades aos alunos, é uma maneira de manter um elo em meio ao isolamento social. Uma de suas maiores dificuldades, por exemplo, é a questão da alfabetização infantil sem a socialização e o contato. Mas tem buscado se reinventar, elaborando atividades para reforçar tudo o que os pequenos já haviam visto em sala.

Que atitude maravilhosa! O que acha do comprometimento dessa professora?


Comente abaixo e compartilhe o texto nas suas redes sociais!

A pessoa que está ao seu lado precisa valer a pena. Não se contente com menos do que você merece!

Artigo Anterior

Cãozinho descartado como lixo é resgatado de dentro de um sofá velho!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.