Comportamento

“Perdi quatro pessoas que eu mais amava para o vírus”: empresária lamenta morte de familiares

Vivian perdeu o pai, a mãe, o irmão e o marido em apenas 20 dias, todos com covid-19, e agora a empresária está internada também com a doença.



A pandemia tem feito muitas vítimas no mundo, levando entes queridos que ainda não estavam na hora de partir. A tristeza é grande, principalmente quando sabemos que, em alguns casos, a morte poderia ter sido evitada. Algumas pessoas perdem vários familiares em poucos dias, todos com os mesmos sintomas, internados em hospitais.

A assistente social e empresária Vivian de Oliveira infelizmente tem uma história parecida. No período de 20 dias, ela perdeu o pai, a mãe, o irmão e o marido para a doença, e agora está internada, também com covid-19, em estado estável.

Em entrevista ao G1, Vivian pede que a população siga as medidas de segurança, cuide de seus familiares e de si mesma, e que fique em casa. Ela afirma que perdeu quatro pessoas que mais amava para o vírus e que a dor é inesquecível.


Segundo a empresária, o primeiro familiar a se infectar, em fevereiro, foi a cunhada, depois, o irmão, a mãe e o pai também contraíram o vírus. A cunhada chegou a ser internada, mas já voltou para casa, onde se recupera.

Além deles, duas crianças, a sobrinha de 1,7 ano e a filha de 1,5 ano também contraíram a doença, mas não precisaram ser hospitalizadas.

A história é bem triste, as mortes aconteceram em pequenos intervalos de tempo. O pai faleceu no dia 20 de fevereiro, no dia seguinte, foi seu irmão. Menos de uma semana depois, a mãe também morreu e, no dia 10 de março, seu marido também não resistiu à doença. Vivian revela que ainda não teve tempo para processar tudo o que passou nos últimos dias e tem focado apenas em cuidar das crianças.

Ela se sente abalada, triste, desacreditada, e que, às vezes, é um pesadelo. A empresária permanece internada, em estado estável, e explicou que não precisou ser intubada nem receber oxigênio.


No momento, afirma que tem buscado na fé a força de que precisa para superar essas perdas. Vivian diz que a doença é traiçoeira, e também buscou ajuda psicológica para passar por esse trágico momento.

Infelizmente, essa história tem se tornado cada vez mais comum com o atual aumento dos casos de covid-19. A forma mais eficaz de reduzir as chances de contrair a doença é adotando as medidas de prevenção indicadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Usar máscara, higienizar bem as mãos, manter o isolamento ou sair apenas quando necessário e manter distância das pessoas, sem aglomeração, são as melhores formas de tentar evitar contrair o vírus.

O que você achou deste caso?


Comente abaixo e compartilhe-o nas suas redes sociais!

Família Real demonstrou “preocupação” com “quão escura” seria a pele de seu filho com Harry, revela Meghan Markle

Artigo Anterior

Homem leva choque elétrico por fone de ouvido e morre durante estudo

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.