ColunistasComportamento

Perdoar é uma atitude de grandeza e compreensão, é absolvição, é o remédio que cura!

Perdoar é uma atitude de grandeza e compreensão é absolvição é o remédio que cura site

Perdoar é uma atitude de grandeza e compreensão. É atitude de grandeza porque não mede razões, circunstâncias, motivos, apenas compreende.



Perdoar não significa esquecer, significa entender, compadecer, amar. É solidarizar-se com o problema do outro, a situação momentânea de revolta, desespero, de poucas escolhas, muitos insultos e nenhuma compreensão.

É preciso entender que o perdão vem para mostrar que somos humanos e sujeitos a errar. Que todos nós temos falhas e imperfeições. Mostra que o nosso egoísmo, precisa de limites, precisamos parar de olhar só para dentro de nós, e olhar para fora, o que está explícito a nossa frente, saltando aos nossos olhos, obrigando-nos a enxergar, a ajudar e dividir com os outros nossa atenção e caridade.

Precisamos aprender a ceder, acolher, a respeitar as diferenças. Entender que o momento de aflição vai passar e que precisamos passar por ele para aprender a ser fortes e sair transformados de cada nova experiência.


Que estamos sujeitos ao confronto, a mágoa, mal entendidos e decepções, mas que não aceitando e ignorando aquilo que nos atinge, mostramos que temos valor e dignidade. Somos maiores que as coisas passageiras desse mundo. Maiores que a ganância e a intolerância, que a arrogância, falta de piedade, que a maldade, a falsidade, a desigualdade, que a língua profana que amaldiçoa, fere e mata.

Quando perdoamos nos livramos do peso emocional, livramos de um fardo, desintoxicamos nossas atitudes, purificados nossa alma, evoluímos espiritualmente como pessoas.

Como qualquer outra pessoa, às vezes, ferimos e somos feridos, apunhalamos, maltratamos, desfazemos, provocamos, somos imperfeitos. Mas o melhor de tudo isso é a lição que fica, o aprendizado, a melhora da doença, o remédio que cura, a absolvição do erro, o perdão do pecado.  Resulta em um coração bondoso, caridoso, arrependido, pronto para amar e se doar.

A vida só tem sentido se for vivida intensamente, piedosamente, em comunhão, em  causa dos menos favorecidos e em favor da vida e do amor.


O amor é nossa razão de viver, de continuar de janeiro a janeiro fazendo o bem. De continuar a obra missionária do Pai, de levar a paz e a palavra de fé aos corações. De reconhecer nossas qualidades e valores e usá-los para salvar almas e melhorar o mundo.

Perdoar também é prática, é servir, é fazer sempre mais. É estar com as mãos desocupadas e a serviço, para estar sempre servindo delas o melhor que se possui.

Temos a missão de provar amor, acima de qualquer contrariedade e insatisfação e ter gratidão pelo outro. De aprender a dominar os impulsos, controlar a raiva, e melhorar a convivência.

Quando crescemos, melhoramos nossa qualidade de vida, nossa longevidade, nossa existência. Somos nascidos de novo.


Perdoar é trocar ódio por resignação, trocar revolta por mansidão, falsidade por verdade, contrariedade por passividade, espinhos por rosas, fome por pão, sede por água, morte por vida, desilusão por gratidão.

________

Direitos autorais da imagem de capa: rocketclips / 123RF Imagens</a>


Os 4 maiores pensamentos obsessivos que estão prejudicando a sua vida:

Artigo Anterior

Passar quatro dias na natureza, desconectado de tecnologias, aumenta a criatividade em 50%, de acordo com estudo:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.