publicidade

Perdoar é uma atitude de grandeza e compreensão, é absolvição, é o remédio que cura!

Perdoar é uma atitude de grandeza e compreensão. É atitude de grandeza porque não mede razões, circunstâncias, motivos, apenas compreende.

Perdoar não significa esquecer, significa entender, compadecer, amar. É solidarizar-se com o problema do outro, a situação momentânea de revolta, desespero, de poucas escolhas, muitos insultos e nenhuma compreensão.



É preciso entender que o perdão vem para mostrar que somos humanos e sujeitos a errar. Que todos nós temos falhas e imperfeições. Mostra que o nosso egoísmo, precisa de limites, precisamos parar de olhar só para dentro de nós, e olhar para fora, o que está explícito a nossa frente, saltando aos nossos olhos, obrigando-nos a enxergar, a ajudar e dividir com os outros nossa atenção e caridade.

Precisamos aprender a ceder, acolher, a respeitar as diferenças. Entender que o momento de aflição vai passar e que precisamos passar por ele para aprender a ser fortes e sair transformados de cada nova experiência.

Que estamos sujeitos ao confronto, a mágoa, mal entendidos e decepções, mas que não aceitando e ignorando aquilo que nos atinge, mostramos que temos valor e dignidade. Somos maiores que as coisas passageiras desse mundo. Maiores que a ganância e a intolerância, que a arrogância, falta de piedade, que a maldade, a falsidade, a desigualdade, que a língua profana que amaldiçoa, fere e mata.


Quando perdoamos nos livramos do peso emocional, livramos de um fardo, desintoxicamos nossas atitudes, purificados nossa alma, evoluímos espiritualmente como pessoas.

Como qualquer outra pessoa, às vezes, ferimos e somos feridos, apunhalamos, maltratamos, desfazemos, provocamos, somos imperfeitos. Mas o melhor de tudo isso é a lição que fica, o aprendizado, a melhora da doença, o remédio que cura, a absolvição do erro, o perdão do pecado.  Resulta em um coração bondoso, caridoso, arrependido, pronto para amar e se doar.

A vida só tem sentido se for vivida intensamente, piedosamente, em comunhão, em  causa dos menos favorecidos e em favor da vida e do amor.

O amor é nossa razão de viver, de continuar de janeiro a janeiro fazendo o bem. De continuar a obra missionária do Pai, de levar a paz e a palavra de fé aos corações. De reconhecer nossas qualidades e valores e usá-los para salvar almas e melhorar o mundo.


Perdoar também é prática, é servir, é fazer sempre mais. É estar com as mãos desocupadas e a serviço, para estar sempre servindo delas o melhor que se possui.

Temos a missão de provar amor, acima de qualquer contrariedade e insatisfação e ter gratidão pelo outro. De aprender a dominar os impulsos, controlar a raiva, e melhorar a convivência.

Quando crescemos, melhoramos nossa qualidade de vida, nossa longevidade, nossa existência. Somos nascidos de novo.

Perdoar é trocar ódio por resignação, trocar revolta por mansidão, falsidade por verdade, contrariedade por passividade, espinhos por rosas, fome por pão, sede por água, morte por vida, desilusão por gratidão.

________

Direitos autorais da imagem de capa: rocketclips / 123RF Imagens</a>

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.