Perdoe, ame, agradeça, seja otimista, simpático, bondoso, consigo mesmo e com os outros!

Somos felizes quando somos otimistas, partilhamos coisas boas e ofertamos o que há de melhor: o perdão, a bondade, simpatia, gentileza, educação, atenção e a gratidão.

Perdoe: o perdão é gratificante, é o caminho para a paz, a porta para a prosperidade.

Seja simpático: a simpatia ilumina o rosto, encanta o semblante, torna a alma ainda mais bela.  Ser simpático é cumprimentar as pessoas, atenciosamente. Um bom dia pode significar muito. Um sorriso pode trazer ânimo e alegrar o dia de alguém. Um aperto de mão pode trazer reconciliação. É depois de tudo isso, ter a satisfação e a certeza da amizade, do apoio, e da compreensão.

Seja otimista: ser otimista é uma forma de se presentear, de se amar e se valorizar. O otimismo recupera os ânimos, eleva a alma, transforma a vida, realiza os sonhos, transpõe barreiras que antes pareciam intransponíveis, transformando-as em conquistas. O otimista não perde tempo com o passado. Vive o presente, o aqui e agora. Deixa o desânimo para trás e avança com a disposição para frente. O otimista deita com a satisfação, dorme com a gratidão e levanta com mais animação. Encher-se de otimismo é abastecer-se de fé, esperança e confiança em Deus e nos seus planos para nossa vida.

Compreenda as diferenças: quando compreendemos as diferenças aprendemos com elas. O diferente nos dá a oportunidade de abrir um leque de variedades, possibilidades e infinitas opções. Conviver com as diferenças é, antes de tudo, dar-se uma chance de aprender a aceitar as coisas como elas são, conceituá-las, compreendê-las e definí-las. Todos nós temos defeitos e não somos perfeitos.  É preciso entender que cada um é cada um. As diferenças existem para corrigir e domar nossas imperfeições, mostrando-nos que nem tudo é do nosso jeito. Para nos mostrar que o belo da vida está em ver também as coisas por outros ângulos e sempre aprendendo com o novo, cabendo a cada um, acatar ou não.

O fato é que precisamos relacionar conhecer, descobrir e vivenciar diversas situações para nos posicionar, aprimorar. Compreender as diferenças, saber conviver e sobressair em qualquer tipo de situação é essencial para a nossa experiência de vida, o nosso desenvolvimento e bem-viver. A vida seria sem graça se tudo fosse igual. Perderia o sentido e a beleza de amar o desconhecido.

Dê tempo ao tempo: o tempo é o senhor das horas e dos dias, das respostas e das soluções. Tudo tem seu tempo. Acerte seu relógio com o dele que ele o acompanhará e marcará a hora e o local. Com ele aprenderemos a lidar com nossas limitações, nossas imperfeições, nossas mágoas, nossos erros e chegaremos no tempo certo. Estaremos prontos e maduros para aceitar e entender as surpresas e as voltas que a vida dá.

Seja educado: a educação vem de berço e pode ser aperfeiçoada a cada dia. Ser educado é tratar bem as pessoas, ter bons hábitos, boas maneiras, bom comportamento e servir de exemplo. A educação cabe em qualquer lugar. Ser educado é ser gentil, agradável, fino, elegante. A educação transforma vidas, recupera valores, pode mudar o mundo.

Seja grato: ser grato é para os ricos de alma e puros de coração. Quando se é grato, recebe-se em dobro. Não se mede para não ser medido. Serve-se de bem sem olhar a quem. A gratidão multiplica.

Seja gentil: ser gentil é contagiar as pessoas com alegria. Transbordar simpatia e compartilhar atenção, sendo agradável e generoso com as pessoas. A gentileza é um gesto bonito e de grande humildade!

Esqueça as mágoas: cuide-se, supere as dores e desentendimentos, aliviando as feridas. Guardar mágoas é definhar em um oceano de contrariedades. Ser açoitado pela raiva e o rancor.

Liberte-se perdoe, ame, agradeça. Seja feliz, seja bondoso, consigo e com os outros!

_________

Direitos autorais da imagem de capa:  bellastudio / 123RF Imagens



Deixe seu comentário