2min. de leitura

Perdoe-me se eu chorar…a sua falta dói muito!

Quando eu lembro do quão especial você era para mim, confirmo o que eu já sabia: que o amor só nos faz bem.

Hoje eu vivo o luto necessário, pensando em você com carinho.



Declarando o meu amor eterno, eu preciso lhe dizer e pedir algumas coisas.

Entendo tudo que você me dizia e lembro, com saudade, do seu amor declarado e a nossa cumplicidade.

Lembro com saudade das nossas viagens e do tempo que passávamos juntos.


Das caminhadas nas areias de alguma praia. Nos telefonemas diários. Nas promessas benditas e “bem ditas”!

Quero que saiba, que sinta, se for possível, que os meus momentos eram nossos momentos e num click seu, você me percebia feliz e me fazia feliz!

Quero que saiba que quando eu estiver no seu restaurante favorito, lembrarei de você com “muita, muita”, saudade!

Neste momento, quando eu escrevo a você, peço que me perdoe.


Por não ter feito mais…

Por não ter sido mais…

Perdoe-me por ter reclamado de algo, em algum momento.

Perdoe-me por não estar com você, no momento da sua partida.

Perdoe-me a minha “raiva” por você ter me deixado.

Perdoe-me, se eu chorar! Perdoe! A sua falta dói muito!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens.

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.