Notícias

Pesquisadores relatam 2º caso de paciente curada de HIV sem tratamento

Sem Titulo 1 Recuperado

O caso de uma mulher que se curou de HIV sem qualquer tipo de tratamento foi recentemente relatado por pesquisadores no periódico científico Annals of Internal Medicine.



A mulher que tem sido chamada de “paciente Esperanza”, para preservar o anonimato, não apresenta mais nenhum traço do vírus em mais de 1 bilhão de células sanguíneas retiradas dela.

O caso é extremamente raro. O primeiro registro de alguém que também parece ter erradicado completamente o vírus sem a utilização de antiviral ou de transplante de medula óssea foi uma mulher de 67 anos chamada Loreen Willenberg.

No ano passado, os cientistas declararam que ela teve uma “cura funcional”, que é quando o corpo luta e vence uma infecção naturalmente.


Tanto Loreen, quanto essa segunda paciente que não teve o nome divulgado são tidas como “controladoras de elite”, que ao que tudo indica possuem um sistema imunológico que consegue manter o HIV sob controle sem tratamento.

Os pesquisadores acreditam que possam ter outros casos de pessoas curadas naturalmente, mas que ainda não sabem disso.

“Essas descobertas, especialmente com a identificação de um segundo caso, indicam que pode haver um caminho acionável para uma cura esterilizante para pessoas que não são capazes de fazer isso por conta própria”, disse o pesquisador Xu Yu, membro do Ragon Institute of MGH, MIT e Harvard.

A esperança dos pesquisadores é entender os mecanismos imunológicos desses pacientes para assim desenvolver tratamentos que ensinem o sistema imunológico de outras pessoas a imitar essas respostas em casos de infecção pelo HIV.


Agricultores se unem para fazer a colheita do vizinho que estava cuidando da filha hospitalizada

Artigo Anterior

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.