publicidade

Pessoas apressadas perdem o melhor da vida, pois se esquecem de admirar a beleza dos detalhes

Pessoas apressadas perdem o melhor da vida, desperdiçam o próprio tempo e tornam-se escravos dos próprios sonhos. Esquecem de ver a beleza dos detalhes e de admirar os pequenos presentes da vida.



Dica de vida: o caminho escolhido importa mais que a velocidade

Muita gente dá o sangue, o suor e as lágrimas em busca de um único objetivo de vida. Ser rico, casar ou viajar o mundo são apenas alguns dos itens que lideram a lista dos desejos humanos. Porém, na sede de alcançar o objetivo de forma rápida, muitos esquecem que o caminho percorrido é mais importante que a velocidade escolhida.

A vida é um mar de escolhas, de situações que acontecem e daquelas que escolhemos que aconteçam. Nossas decisões, tomadas a todo tempo, são responsáveis por mudar o curso, a forma e a intensidade das coisas. Para tanto, a grande sabedoria está em saber escolher o caminho certo e não priorizar o tempo que demoramos para percorrê-lo.

Caminhos são possibilidades de crescimento espiritual e de aquisição de sabedoria, já que são neles que a vida acontece. Como dizia Caio Fernando Abreu: “A vida tem caminhos estranhos, tortuosos, às vezes difíceis: um simples gesto involuntário pode desencadear todo um processo”.


Na caminhada adquirimos aprendizagens, as amizades são provadas e o amadurecimento se efetiva.

Note que quanto mais rápido conquistamos algo, maior a tendência à desvalorização.

Pessoas apressadas perdem o melhor da vida, desperdiçam o próprio tempo e tornam-se escravos dos próprios sonhos. Esquecem de ver a beleza dos detalhes e de admirar os pequenos presentes da vida.

É no caminho que aprendemos a priorizar o que, realmente, importa. Entendemos que terminar o namoro com o “grande amor da nossa vida” só é doloroso quando se tem 20 anos. Com 40, o sofrimento dá lugar ao bom senso. Entendemos que reprovar na escola parece o fim do mundo quando se tem 10 anos.


Na faculdade, percebe-se que não houve uma perda de conhecimento significativa. Em outras palavras: é no caminho que adquirimos conhecimento empírico e equilíbrio emocional.

O grande Paulo Freire, em Pedagogia da Esperança, afirmava que “ninguém caminha sem aprender a caminhar, sem aprender a fazer o caminho “caminhado”, refazendo e retocando o sonho pelo qual se pôs a caminhar”.

Que sejamos capazes de diferenciar os atalhos dos desvios e que, mesmo incertos, possamos aprender com os resultados das escolhas que fizermos.

Que sejamos constantes em sabedoria, em crescimento e em humildade e que possamos entender que mais vale um caminho longo que um caminho errado.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: czamfir / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.