4min. de leitura

“Pessoas felizes não se incomodam com a felicidade alheia” – Padre Fábio de Melo

Você já viu alguma pessoa realmente feliz sentir-se incomodado com as conquistas daqueles ao seu redor?

Com certeza, não, porque aqueles que carregam a felicidade dentro de si não têm tempo para perder cuidando da vida alheia, estão muito ocupados olhando para o próprio caminho e vivendo uma história realmente significativa.


Incomodar-se com as alegrias dos outros é coisa de gente mesquinha, que não batalha pelos próprios objetivos e acredita que todos devem viver infelizes e incompletos como ela.

As pessoas felizes comemoram a felicidade dos outros, porque sabem que as coisas positivas apenas se multiplicam em nossas vidas, quando semeamos o bem.

Quem perde muito tempo condenando a forma do outro ser feliz nunca consegue criar a sua própria realização, porque no terreno em que a maldade e a inveja crescem, a prosperidade não coloca os pés.

Portanto, se você realmente deseja viver uma boa vida, foque sempre em si mesmo, permita que cada um seja feliz à sua própria maneira e tome muito cuidado com as pessoas que cultiva ao seu redor.


Somos nós os responsáveis por criarmos nossa felicidade, mas as nossas companhias também influenciam em qual lado da vida conhecemos.

Certifique-se de ter sempre próximo de si pessoas que pensam como você, que compartilham os mesmos valores e que invistam em suas próprias vidas. Pessoas com as quais você pode trocar experiências, contar as boas novidades e dividir os problemas.

A felicidade começa dentro de nós, mas é fortalecida através dos vínculos que mantemos.


Então, para ser uma pessoa realmente feliz, você deve se aliar a pessoas felizes, positivas, que emanam boas energias e luz.

O caminho para a felicidade não é tão complicado como muitos pensam. Existem alguns obstáculos no caminho, mas o princípio mais importante é o respeito. Aqueles que respeitam a liberdade, o direito do outro de ser feliz naturalmente, atraem para si mesmos mais felicidade e prosperidade.

Comece a desenvolver dentro de si a sabedoria de que você é responsável apenas pela sua própria vida e que deve fazer sempre o melhor que puder dela. Quanto mais se ocupar consigo mesmo, menos tempo terá para cuidar da vida do outro e mais aprenderá sobre o que realmente nos leva à vida que desejamos criar.

Coisas maravilhosas chegam em nossos caminhos quando deixamos de nos incomodar com a felicidade do outro e investimos mais tempo buscando cuidando de nossos próprios jardins.

A vida é uma dádiva, honre-a! Cuide muito bem da sua, deixando a do outro em sua própria responsabilidade!


Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação desse material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa: Instagram.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.