Reflexão

Pessoas invejosas só apontam seus defeitos para se sentir em paz com os próprios fracassos!

Para alguns, é tão difícil suportar a ideia de conviver com as próprias derrotas, que partem para as críticas, expondo no outro tudo o que invejam.



Viver não é uma coisa simples, exige que saibamos códigos de conduta, de relacionamentos, que aprendamos a lidar com o outro, que façamos concessões algumas vezes. Livrar-se da algema da opinião alheia é difícil, mas, mesmo assim, existem muitas pessoas que têm a coragem de se expor e começar coisas novas.

Mas quem nunca se aventurou em mares diferentes, sentindo o sopro da esperança tocando a pele, quando recebeu aquela cutucada de um amigo ou amiga inconveniente?

É como se nos puxassem para outra realidade, como se não quisessem que fôssemos livres e bem-sucedidos, como se fossem nossas âncoras. Já se sentiu sugada pela opinião alheia?


Sentimos tanta vontade de fazer coisas novas, de partir para novas experiências: quem sabe abrir um negócio, engrenar um relacionamento.

Enquanto isso, existem aqueles falsos amigos, que ficam à espreita, aguardando um momento de nossa distração, felizes demais, para nos criticar com toda a fúria e rancor que existir.

Aos poucos, essas pessoas vão minando nossa confiança. Constantemente nos expondo, nos humilhando, fazendo críticas que não constroem nada, têm apenas o intuito expresso de massacrar nossos sonhos.

Mas, para isso, existe uma explicação! Quem perde tempo se preocupando com a vida alheia, a ponto de ficar procurando defeitos, é porque tem uma vida tão infeliz, que precisa preenchê-la com alguma coisa.


É triste, mas é a verdade. São pessoas que sentem vergonha de seus fracassos, que dão às costas a tudo o que as incomoda, porque sentem medo de mudar, de dar aquele passo adiante, de mudar a vida completamente. Sua mãe lhe dizia, com certeza, que pessoas felizes não têm tempo para cuidar da vida dos outros.

Enquanto alguns se preocupam com seus tropeços, existem aqueles que vão caminhar ao seu lado, tentando edificar seu caminho, embelezá-lo e ajudar você em todas as dificuldades.

Não perca tempo com quem não tem interesse em ajudar, em ressaltar suas qualidades e ajudar com as falhas. Críticas vazias mostram apenas o amargor de quem o faz, e isso nada tem a ver com você.

O importante é ter a certeza de que se arriscar para construir coisas novas não é um erro, tropeçar de vez em quando é comum, mas nunca será aceitável apontar a falha do outro para fugir das suas. Encare seus fantasmas e seja gentil com o próximo.


O mundo já está recheado de maldades e terrores gratuitos; devemos fazer nossa parte e agir pelo bem.

Quanto àquela pessoa que só lhe aponta o dedo, bom, esqueça-a, uma hora as derrotas começam a incomodar ou, quem sabe, cai a grande ficha e ela vai cuidar da própria vida.

Comente abaixo e compartilhe esta reflexão nas suas redes sociais!


Durante quatro dias, cãozinho esperou por dono que cometeu suicídio saltando de uma ponte

Artigo Anterior

Menina de 2 anos, com QI de 146, torna-se a pessoa mais nova a ser aceita em sociedade de gênios!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.