Notícias

Pit bull ataca 2 crianças em Goiás e mata uma dela com mordida no pescoço

Caso aconteceu em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. Saiba mais sobre o ocorrido.



Um caso bastante chocante aconteceu no fim da tarde do último domingo, 18 de abril, em Luziânia, entorno do Distrito Federal.

Segundo informações do G1, um cachorro da raça pit bull atacou 2 crianças e matou uma delas. O menino, de 2 anos de idade, foi mordido no pescoço e não resistiu. O seu irmão, de 7 anos, foi também atacado, mas conseguiu sobreviver.

Testemunhas disseram à Polícia Militar que o cachorro era da família dos garotos. O registro da polícia informa que os policiais estavam fazendo ronda pelo setor quando viram o cachorro com a boca cheia de sangue, e logo depois ouviram gritos de desespero em uma das casas.


As testemunhas que estavam na casa quando eles chegaram, disseram que os dois irmãos haviam sido atacados e levados rapidamente à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, onde o menino mais novo acabou por falecer. O irmão mais velho teve apenas ferimentos no braço e pôde fazer a recuperação em casa.

Os policiais chegaram a ir até o cachorro, mas ele tentou atacá-los e precisaram atirar para contê-lo. Após o tiro, o corpo do animal foi colocado no carro para evitar que as testemunhas, descritas como muito raivosas, o pegassem.

Um técnico do Centro de Zoonoses de Luziânia retirou o cachorro logo depois. De acordo com informações do órgão, o Núcleo de Vigilância Epidemiológica (NVE) deve examinar a cabeça do animal em Goiânia para descobrir se ele estava sadio.

O registro civil da polícia informa que os profissionais ouviram o pai dos meninos e avaliaram que não tinham informações suficientes para prender nenhum dos responsáveis. A mãe e outros familiares das crianças não foram ouvidos porque estavam com eles na UPA, mas possivelmente serão chamados para falar sobre o caso.


O corpo da criança morta foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) para ser periciado. Depois de todos os exames necessários terem sido feitos, o corpo foi liberado para a família na segunda-feira (19).

À princípio, o caso está sendo investigado no 1ª DP da cidade como homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. Nossos pêsames à família. Compartilhe o texto em suas redes sociais.

“Todo mundo me pergunta”, diz Thais sobre cheio de Viih Tube

Artigo Anterior

Vovó de 101 anos que virou influencer de marca de vinhos ganha presentes, sessão de foto e tratamento dentário

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.