Pessoas inspiradoras

“Poderia ser meu filho.” Policial comove ao pagar lanche a menino que vendia balas na rua

capa Poderia ser meu filho policial comove ao pagar lanche a menino que vendia balas na rua

A atitude de generosidade do policial fez sucesso em um grupo no Facebook. Saiba mais!

As oportunidades de fazer o bem e tornar o mundo um lugar melhor aparecem para todos, em diversos momentos, cabe a cada um de nós reconhecê-las.

No final do ano passado, um policial de Campo Grande (MS) foi surpreendido com uma dessas oportunidades e resolveu abraçá-la da melhor maneira possível. O homem estava em mais um dia comum de trabalho, quando se deparou com uma situação que não o deixou contente, então resolveu agir.

Enquanto estava na rua, ele viu uma criança vendendo balas. Essa cena é comum em muitas cidades, e é uma maneira encontrada pelas famílias de baixa renda de levar algum dinheiro para os seus lares todos os dias. As crianças que crescem dentro dessa realidade, muitas vezes precisam trocar os cadernos pelos instrumentos de trabalho, e crescem com o sonho de frequentar uma sala de aula.

Vendo aquela cena, e sabendo que o menino provavelmente estava cansado, ele tomou uma atitude que com certeza transformou o dia do menino: o policial o levou até uma loja que vendia salgados e lhe deu a opção de escolher o que queria comer.

Mesmo sabendo que sozinho não conseguiria resolver toda a realidade que levou aquela criança a trabalhar nas ruas, o policial não desistiu de fazer o melhor que podia por ela naquele momento, e a alimentou.

O caso foi publicado pela primeira vez em um grupo no Facebook, voltado para acontecimentos na cidade de Campo Grande, e a repercussão foi muito positiva.

Thaynara Vidal, responsável pela postagem, colocou uma foto do policial ao lado do menino na loja, e escreveu que o policial desceu da viatura para ir até o menino. Ela ainda acrescentou que aquela talvez tenha sido a única refeição da criança no dia, e disse que o mundo precisa de mais pessoas como ele.

2 Poderia ser meu filho policial comove ao pagar lanche a menino que vendia balas na rua

Reprodução Facebook / Thaynara Vidal / Aonde ir em Campo Grande MS, “O Legitimo”

Nos comentários, um show de admiração e parabenização pode ser observado. Diversos usuários reforçaram o bom coração do policial, parabenizaram-no pela ajuda tão significativa ao menino e desejaram que ele fosse abençoado com a mesma intensidade em que fez o bem para aquele menino.

É positivo ver quando um profissional, como o policial militar, que costuma atrair grandes expectativas da sociedade, vai além de suas responsabilidades básicas e define um exemplo para a sociedade do cuidar e proteger a população.

Por mais simples que sua atitude tenha sido aos seus olhos, com certeza, para aquele menino, foi um dos pontos altos do seu dia, porque além de ganhar alimento durante o trabalho, também lhe permitiu conhecer a verdadeira bondade e generosidade.

Outro caso de generosidade policial

Já contamos por aqui outras histórias de policiais que fizeram a diferença na vida de outras pessoas. Um deles foi Derineudo, que transformou o dia de um humilde vendedor de picolé no último dia de 2020.

Conforme matéria anterior, Derineudo viu que o homem estava chorando porque havia vendido pouquíssimos picolés. Provavelmente, ele não conseguiria ter um final de ano feliz e tranquilo.

Ao ver aquela cena, o policial resolveu fazer alguma coisa para ajudá-lo. Então, acompanhou o picolezeiro em suas vendas, batendo de porta em porta ao seu lado, até que o seu carrinho de picolé estivesse vazio.

A cena chamou a atenção de muitas pessoas e rendeu muitos elogios a Derineudo, que segue fazendo boas ações para diversas pessoas de sua região.

Esses dois exemplos são muito especiais. Esperamos que muitos policiais adotem a mesma conduta de bondade em seu dia a dia!

0 %