Animais

Policial se encantou por cão desabrigado que salvou durante o trabalho e o adotou!

Percebendo que o cãozinho não tinha para onde ir, o policial decidiu presenteá-lo com um lar de verdade!



Muitos policiais nos surpreendem com sua generosidade e capacidade de ir muito além de suas obrigações para ajudar as pessoas que precisam.

Já contamos por aqui muitas atitudes desses profissionais tão necessários para nossa sociedade, e hoje trazemos uma mostra de que eles estão dispostos a estender a mão não apenas a pessoas, mas também a animais.

Segundo contado pelo Good Morning America, em janeiro deste ano, um policial teve a incrível atitude de adotar um cãozinho que encontrou durante o expediente.


Matthew O’Hanlon, do Departamento de Polícia de Mount Laurel, estava fazendo sua patrulha com outros companheiros no dia 2 de janeiro, quando viu que um cão andava sozinho pela área industrial da cidade.

Seguindo o protocolo, os policiais resgataram o animal, viram que ele não tinha identificação e estava com um ferimento na cabeça, então, enviaram-no para o abrigo de animais do condado de Burlington, para receber o tratamento adequado.

Esse teria sido o fim do contato de O’Hanlon com o animal, mas ele foi tocado em um nível pessoal pelo cãozinho, e decidiu que queria levá-lo para casa. Então, apenas 20 minutos depois de deixar o animal no abrigo, ligou e disse que queria ficar com ele.

Direitos autorais: arquivo pessoal.


O policial então pegou o cãozinho e o levou ao veterinário para tratar do ferimento, e depois para casa, onde pôde conhecer a sua nova família, que lhe ofereceria todo o amor e acolhimento para que não precisasse mais ir para as ruas.

O policial e a sua noiva decidiram chamar o pit bull de 14 semanas de Thor, porque são grandes fãs do super-herói e acharam que o nome encaixaria pelo fato de o cãozinho também já ter enfrentado muitos vilões enquanto estava abandonado.

O Departamento de Polícia de Mount Laurel publicou uma foto de O’Hanlon com o cãozinho, afirmando que ele está garantindo que o animal receba muita atenção e mimos. Muito feliz com a adoção, o policial espera que pelo seu exemplo consiga mudar o conceito de que os pit bulls são necessariamente agressivos.

Segundo ele, essa é a raça dos cães mais “amorosos e afetuosos” que já teve. Ele ainda reforçou a mensagem “não compre, adote!” O policial deu um grande exemplo de profissionalismo e bondade ao não virar as costas para um animal necessitado. Desejamos que a família seja muito feliz!


Web arrecada mais de R$ 75 mil para ajudar idosa de 82 anos, que vive em casa à base de argila

Artigo Anterior

Morando na rua com 2 filhos, mãe recebe apoio e ganhará casa de ONG!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.