publicidade

Policial vê vendedor de picolé chorando por falta de clientes e bate de porta em porta para ajudá-lo!

Uma história que começou triste, mas teve um final feliz, graças à solidariedade de muitas pessoas!



Muitas pessoas enfrentam grandes desafios para colocar comida na mesa todos os dias. Por não ter empregos estáveis, que lhes ofereça a segurança de um salário fixo no fim de cada mês, elas precisam se esforçar diariamente para conseguir os melhores resultados, que convertam em uma renda tranquila, para viver sem preocupações.

No entanto, nem todos os dias são bons, e elas podem enfrentar momentos de medo e insegurança, em que podem pensar não serem capazes de alcançar seus objetivos. Nesses momentos, a presença de alguém incentivando e ajudando a fazer as coisas darem certo faz a diferença.

Um vendedor de picolé passou por uma situação como essa no dia 31 de dezembro de 2020. Seu Manoel tem como única fonte de renda a venda dos picolés que, como sabemos, são muito baratos, o que não lhe permite tirar um valor muito alto ao fim de cada dia.

No último dia do ano passado, suas vendas estavam bastante fracas, e a preocupação tomou conta, o que fez com que ele chorasse na rua. Provavelmente, seu Manoel não teria condições de encerrar o ano com tranquilidade, e começaria 2021 com o coração apertado.


Felizmente, sua história deu uma grande e poderosa reviravolta após uma ajuda inesperada.

O policial Derineudo viu a situação em que seu Manoel se encontrava e decidiu fazer algo para ajudá-lo, a fim de que tivesse uma virada de ano melhor.

Em uma atitude de muita generosidade e empatia, ele ajudou o senhor a esvaziar o seu carrinho de picolé. De porta em porta, Derineudo ofereceu os produtos ao lado de seu Manoel, e com muito mais facilidade do que o normal, ele pôde encerrar seu dia com um pouco mais de dinheiro e tranquilidade:


O vídeo, que foi compartilhado pelo policial em seu perfil no Instagram, atingiu grande número de pessoas, que se emocionaram com a atitude do policial e desejaram muita sorte e conquistas para o vendedor de picolé.

Alguns internautas ainda foram além. Em uma vaquinha on-line, organizada há poucos dias, já foram arrecadados mais de R$ 77 mil. Em apenas um dia de campanha, os voluntários doaram R$ 76 mil.

O policial Derineudo segue acompanhando seu Manoel, e fez uma postagem com a reação do senhor ao saber que agora poderá viver com muito mais segurança, graças à generosidade daqueles que se sensibilizaram com sua história:

Que alegria! Depois de tanta insegurança, agora o vendedor de picolé poderá recomeçar com muito mais esperança.

Esse é um caso muito especial, que mostra o quanto podemos fazer pelas pessoas, se nos unirmos e enxergá-las com amor e empatia. Esses tempos difíceis são grandes oportunidades para espalharmos o bem, e sempre há espaço para o fazermos.

Compartilhe essa atitude inspiradora com os seus amigos através das redes sociais!

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.