Família

Por mais difícil que seu filho seja, nunca deixe de tratá-lo com amor!

Foto: DepositPhotos
Capa site Por mais dificil que seu filho seja nunca deixe de trata lo com amor

Mesmo com os desafios, a maternidade e a paternidade são uma experiência rica e única, e nunca devem ser deixadas de lado.

Todo mundo já sabe que o amor entre pais e filhos é algo único e essencial para o desenvolvimento da criança. É muito importante os pais entenderem que os fatos da infância são extremamente relevantes para a vida presente e futura dos filhos. É preciso muito amor, cuidado, dedicação e educação de boa qualidade para que os filhos cresçam com bons sentimentos, bons exemplos, para serem pessoas boas e saudáveis psicologicamente.

Quando os filhos nascem, é normal sonharmos com todas as possibilidades que eles têm pela frente e os caminhos que podem seguir. Mas é preciso saber como lidar com eles, como interagir e criar um espaço favorável e confiável para que se abram, conversem sobre tudo.

É normal, em certas etapas da vida, o relacionamento com o filho ser mais complicado, porém isso não deve influenciar no modo como ele é tratado, pois se for desrespeitado ou não sentir o amor dos pais, pode se rebelar ainda mais e crescer com problemas. É preciso que o amor e o respeito permaneçam, independentemente da situação.

Quando a relação com uma criança estiver tensa por causa do estresse ou desobediência dela, sente-se de frente para ela, na mesma altura, converse de forma calma, escute o que tem a dizer e, claro, alerte-a sobre o seu comportamento. Entenda as causas secundárias da teimosia, por exemplo, falta de atenção, raiva, tristeza por algo que aconteceu, entre outras coisas que podem indicar a origem do conflito. Muitas das vezes, as crianças não conseguem expressar em palavras o que sentem, por isso é preciso prestar atenção nos sinais que elas dão no dia a dia.

É preciso entender que, em cada fase, é preciso lidar com os filhos desobedientes de forma diferente, usando por exemplo os “combinados”, para que o convívio em casa seja saudável para todo mundo. Caso haja muitos comportamentos ruins dos filhos, ou os pais não saibam lidar com a forma como as coisas estão acontecendo na família, é recomendado a todos receber ajuda psicológica.

As crianças têm o poder incrível de nos copiar, isso faz com que elas aprendam facilmente qualquer coisa. Porém isso também pode ser muito ruim, caso a criança não tenha bons exemplos dentro de casa, podendo repetir o que foi apresentado a ela. É na infância que os nossos filhos fazem mais conexões, sendo assim, amor e palavras positivas servem de combustível para um desenvolvimento bom e saudável.

Querer educar com gritos e palmadas não é saudável para ninguém, e cria um ciclo de violência entre pais e filhos, pois passa a mensagem de que a violência é única solução para os conflitos. Por outro lado, ser negligente e não tomar nenhuma posição quando o filho tem mau comportamento é igualmente ruim, pois pode parecer que os pais não se importam com ele e que não há lei nem consequências para o que a criança faz.

Quando a família tem problemas com álcool, drogas, cigarro ou até problemas psicológicos, e não auxilia no processo de desenvolvimento do filho, é provável que o menor replique os atos de seus pais, ficando agressivo, desobediente.

Mesmo com as dificuldades de ser pai e mãe, é muito importante manter a família unida, compartilhando momentos e fraternizando, pois isso, além de refletir na felicidade de todos, ajuda a criança a se desenvolver e se tornar um adulto consciente de seus direitos e deveres.

0 %