Mensagem de ReflexãoPositividade

Por onde anda o brilho dos meus olhos?

Acordo cedo e como de praxe olho no espelho escovando os dentes, penteando-me ou até mesmo me maquiando, mas quem diz que me vejo no espelho? Quem já não se viu em uma situação assim?



Ligar o piloto automático para o dia começar é a coisa mais comum nos dias de hoje. Temos, sim, milhares de coisas a fazer e metas a cumprir e, quando nos damos conta, o dia já terminou e ainda temos coisas por fazer…

De repente, depois de meses, um dia nos olhamos e, então, o que vemos do outro lado? Um ser que não mais parece ser você! Que cabelo é esse? Que olheiras? Acho que até mesmo você se sente envelhecida, quem sabe? Mas o pior está em descobrir que você perdeu o brilho em seu olhar…

Os olhos são espelhos da alma, eles refletem o que você sente. Você pode disfarçar da maneira que desejar o seu semblante, e até mesmo a forma de agir ou se vestir, mas, na ausência de brilho em seu olhar, sua tristeza se reflete.


Por vezes, inúmeros são os fatos que nos levam à perda de brilho em nosso olhar; perdemos, na sequência, a motivação pela vida e depois a vida parece adquirir um tom cinza.

Se você hoje descobriu que seus olhos deixaram de brilhar, é o momento exato de desejar uma mudança em sua vida. Por incrível que possa parecer, esta mudança precisa ser feita de maneira energética. Somente depois da correta identificação de todos os momentos que foram responsáveis pela perda do brilho de seu olhar e a transmutação energética com o auxílio da Mesa Radiônica, é que podemos modificar o seu padrão vibracional e, a seguir, uma nova vida se desponta no horizonte para você.

A correta identificação de datas em que bloqueios foram gerados é de suma importância, pois somente assim fatos repetidos deixam de acontecer em sua vida. O Radiestesista, que se propõe a tal atividade, deve ter pelo menos 15 anos de prática na Radiestesia para a exata identificação.
Este é um trabalho muito sério que requer muito estudo e dedicação de vida, além de muita prática.


Quem muda seu padrão vibracional é capaz de obter tudo que deseja.
Você só poderá se sentir importante na vida de alguém, se realmente fizer a diferença na vida desta pessoa, e a diferença será feita pelo número de momentos que vocês viverem juntos. Como será possível fazer esta diferença, se você perdeu o brilho em seu olhar?

Para que você se sinta feliz, não é necessário que tome medidas radicais do tipo: “tenho que sair deste emprego já”, ou até mesmo: “tenho que me separar já!” Decisões tomadas quando estamos fora de equilíbrio serão, com certeza, decisões erradas. É necessário, portanto, que primeiro você se trate e depois, então, terá o discernimento absoluto para saber o que a incomodava de fato.

Cada ser humano reflete uma beleza incrível; se você recuperar o brilho em seu olhar, despertará o horizonte para o novo e passará a viver a verdadeira sincronicidade!


Se hoje você perdeu o brilho em seu olhar porque sente que ninguém a ama, tenha absoluta certeza que algum bloqueio de rejeição faz com que ninguém se aproxime de você, pois você tem um enorme medo de ser rejeitada. A eliminação deste bloqueio pela Mesa Radiônica fará com que você entre em sintonia com outros padrões vibracionais para atrair, a seguir, situações diferentes para sua vida. Quando aprendemos a admirar a diferença do outro, aprendemos a nos amar de maneira mais intensa e sem necessidade de rejeição.
Tem uma frase muito conhecida que diz: preciso de serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar, coragem para mudar as que posso e sabedoria para conhecer a diferença.
Então, que tal trazer de volta o brilho em seu olhar?

Tenho uma amiga que um dia descobriu que seu casamento não fazia mais sentido depois de seis meses de casada; veio conversar comigo em um desabafo de raiva, que logo percebi serem sentimentos reprimidos.


Sugeri a ela que fosse até meu consultório, pois o ideal seria fazermos uma Mesa Radiônica para verificar o que de fato havia por trás de tal sentimento de raiva. Identifiquei um bloqueio em sua infância, quando ela tinha três anos. Perguntei o que havia acontecido e ela me disse que havia tido pneumonia muito séria e ficara afastada de escola por alguns meses, e quando voltou não se identificava com nenhum grupo de amigas, parecia que todos já se conheciam há muito tempo. Daquele dia em diante, passou a ser uma pessoa extremamente reservada em seus sentimentos e não se permitia gostar de ninguém com intensidade e profundidade. Eliminei tal bloqueio e pedi que ela esperasse 21 dias antes de tomar qualquer decisão.

Passados os dias, ela me procurou dizendo que estava vendo o marido de uma forma diferente, que ele era, de fato, uma pessoa incrível e eu, então, disse a ela: está vendo, nada se modificou, somente você, que era quem precisava ser modificada.

Por Maria Isabel Carapinha


A lei de dar e receber

Artigo Anterior

Porque ser feliz?

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.