Por que é melhor ser rejeitado do que ignorado?

9min. de leitura

A rejeição eu denomino como uma  “demissão”  ou “declínio”  de uma proposta ou  de uma ideia. O medo de ser rejeitado  sempre é mais pessoal, pois  nos tornamos  o objeto dessa rejeição.

Agora imagine se você pudesse superar o medo de ser rejeitado? E se você abraçasse a rejeição  como um caminho necessário para alcançar o que você mais deseja em sua vida?



Interessante, não acha?

A maioria de nós luta contra a rejeição. Quando não conseguimos  lidar com ela, o medo fica cada vez pior.  Em vez de simplesmente entender que sua ideia foi rejeitada e não você,  você se coloca como um fracassado.

Porém, há algo muito pior do que ser rejeitado, que é ser ignorado.


Uma coisa é fato: o sofrimento não ajuda você.

Há uma ligação muito direta entre como você se sente em relação a si mesmo e o que os outros pensam de você.

O medo da rejeição vai machucá-lo e tenha certeza que vai piorar, e, esse piorar, é a longo prazo.


Cientistas evolucionistas, descobriram que quando experimentamos a rejeição, ativamos as mesmas áreas do nosso cérebro que quando sentimos  a dor física .

Não é surpresa que mesmo as pequenas rejeições doem muito mais do que deveriam. Elas provocam uma dor emocional real. Então,  livre-se do medo e aceite o desafio de ser rejeitado.

Nem todas as portas se abrirão para você. No entanto, se você ficar preso batendo e batendo no que é  errado, você desperdiçará sua energia, quando a porta correta  se abrir.

Quando você começa a ser grato por quem você é e pelo que você tem, você descobrirá as oportunidades em sua vida . Estamos todo momento atentos para fazer algo grande em nossa vida, porém, ficar paralisados pela rejeição e isso não nos faz bem algum.

Então, neste caso, Levante-se para fazer algo!

Se não representarmos algo, nós nos apaixonaremos por qualquer coisa. -  Irene Dunne

Ser ignorado tem o mesmo efeito em nosso cérebro que ser rejeitado, segundo a ciência, no entanto sua causa é algo que você deve se preocupar.

Oscar Wilde  um influente escritor irlandês disse:

 Há apenas uma coisa na vida pior do que ser falada, e isso não está sendo discutido.

Agradar a todos é impossível, e é muito  fácil cair na armadilha de tentar representar algo, e ao mesmo tempo, tentar agradar a todos ou  querer fazer tudo. E é justamente por isso que a maioria das pessoas são ignoradas. Usar máscaras para agradar os outros esconde quem você é, e as  pessoas ignoram aqueles que não são autênticos.

É melhor defender algo e ser rejeitado, do que fingir estar pronto para tudo e ser ignorado.

Se você realmente busca a mudança em sua vida, tenha em mente que são as escolhas difíceis que geram a verdadeira transformação.

Outro ponto muito importante é sobre dizer “Não”, pois sobre aquilo que você diz “ NÃO” define quem você é.

Dizer sim é fácil, e é por isso que as pessoas caem na armadilha de agradar a todos.

Se você defender algo, as pessoas, realmente, o levarão a sério. Políticos, empresas e pessoas “inescrupulosas” transformaram a palavra “sim” em uma piada e é justamente por isso que os outros acreditarão em você quando você disser “não”.

Então, meu amigo (a), seja autêntico (a)!  Fique por algo e tenha certeza de que as pessoas irão parar de ignorá-lo.

Pare também de se procurar com aprovação

Quando você está seguindo a sua voz interior, as portas tendem a se abrir para você, mesmo que elas batam principalmente, no início. – Kelly Cutrone

Procurar por aceitação é reconfortante, é consolador.

Todos  nós gostamos de ser apreciados e aprovados pelos outros, no entanto, esse conforto vai fazer você se sentir bem, mas não vai ajudá-lo a ter sucesso.


A única aprovação que você deve procurar é a sua.

Pare de se julgar. Pensar demasiadamente silencia a voz da sua paixão. Solte a insegurança aprendendo a confiar em seu instinto.

O psicólogo cognitivo Gary Klein, autor de ” O poder da intuição “, diz:

Sem nossas intuições, estaríamos paralisados.

Fomos treinados para pensar que as emoções obscurecem nosso julgamento, mas é o contrário.

Sua intuição ajuda você a traduzir suas experiências em compreensão e ações.

Pare de ouvir a voz da insegurança , não preste atenção ao seu cérebro lógico crítico.


Comece aprendendo a ser rejeitado

Toda vez que eu pensava que estava sendo rejeitado por algo bom, eu estava realmente. – Steve Maraboli

Então respire  e dê uma pausa, pois o seu sucesso depende disso.

Reflita comigo:

Por que a rejeição dói?

O que você teme?

Como você superou as rejeições no passado?

O entendimento com essas perguntas o levam para a ação.


Coloque seus sentimentos de lado

Sua capacidade de aprender por que você se sentiu assim ajudará a andar com mais confiança, quando estiver de pé novamente.

Rejeição,  assim como os erros, são lições disfarçadas. Elas são elementos necessários para ajustar  os seus comportamentos em sua  vida.

Você está batendo na porta certa?  Você está perdendo tempo perseguindo as oportunidades erradas? O que você pode fazer melhor da próxima vez?

Rejeição não é igual à falha. Se você não aprender com isso, você estará declarando uma derrota gigantesca.


Pare de evitar ser rejeitado e abrace a rejeição!

Levante-se para o que é certo, mesmo se você estiver sozinho.

Tornar-se vítima de autopiedade é fácil, pois você se sente rejeitado e se torna uma vítima da recusa de outras pessoas.

Mas, se para cada rejeição, você tiver a certeza de que pode superar, abrace-a,  pois o seu jogo da vida ficará sempre mais forte. Abrace a rejeição, não a rejeite.

O Mestre Yoda de Star Wars disse uma vez: “Faça ou não, não há tentativa.”

O sucesso meu amigo(a) requer que você se comprometa totalmente com o que faz. Dar somente  uma tentativa não é o suficiente. Você tem que entrar completamente nisso.


Quanto você realmente quer o que quer?

O escritor Ernest Hemingway , autor do livro “Porque os sinos dobram”, escrevia todos os dias. Ele acreditava que o primeiro esboço de tudo era ruim. É por isso que o escritor se comprometeu a acompanhar seu progresso diário na escrita e, com isso,  ele construiu um método para superar a autorrejeição.


Deixe sua paixão ser seu combustível

Oprah Winfrey foi demitida de seu trabalho como repórter porque foi considerada imprópria para a TV. Ela percebeu que não queria trabalhar com alguém que não a queria. Esse insight inspirou-a a lançar seu próprio programa .


A rejeição é uma parada, não o destino final

O primeiro livro de Stephen King foi rejeitado por mais  de trinta editores. Ele abraçou a rejeição como ninguém fez antes. O seu livro “Carrie, a estranha”,  não só se tornou um enorme sucesso, mas sua versão cinematográfica foi um sucesso também. King é um dos 20 escritores mais bem-sucedidos com mais de 50 livros em seu currículo .

Então… como sempre digo:

A aceitação é um armamento da vida. Já rejeição, lembre-se: não é o seu destino final.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: lenanet / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.