Beleza & SaúdeComportamentoO Segredo

Por que ficamos doentes?

porque ficamos doentes

Há diversas razões pelas quais a doença se manifesta no nosso corpo físico. Normalmente,  o que acontece é existir um conjunto de várias razões que juntas criam o contexto para a doença surgir.



Há  doenças  que  acontecem  por  motivos  externos  e  doenças  que  acontecem  por  motivos internos. As que são provocadas por motivos externos podem ser tratadas através da medicina convencional ou da medicina alternativa, mas as que foram provocadas por motivos internos significa  que  é  o  nosso  corpo  que  está  a  criar  essa  situação.  Elas  são  um  indicador  de  que algum aspeto perdeu o equilíbrio ou de que algo não está a ser compreendido.

1. Causa externa

Se  estás  num  país  que  tem  5  graus  negativos  e  não  estás  agasalhado  o  suficiente  é  quase garantido  que  vais  ficar  doente,  porque  o  teu  organismo  está  exposto  a  uma  situação climatérica da qual não se consegue defender. Se comes algo que está fora do prazo podes ter uma intoxicação alimentar ou desenvolver outras doenças. Se tens uma má postura de forma consecutiva  podes  vir  a  desenvolver  problemas  nas  costas  ou  afetar  alguns  órgãos  se  essa posição os tiver a comprimir Na  New  Age  fala-se  muito  na  explicação  metafísica  das  doenças,  mas  onde  ela  me  perde  é porque  se  torna  muito  dogmática.  Nem  tudo  tem  uma  causa  espiritual,  é  preciso  existir alguma racionalidade para compreender que existem diversas possibilidades.



2. Forma de chamar a atenção

Algumas  doenças  são  a  expressão  inconsciente  de  um  desejo  de  ser  cuidado,  nutrido  ou reconhecido ao criar uma situação de doença para sermos salvos. Se houver uma necessidade de conexão e de validação que não está a ser atendida, a doença pode servir essa voz.



3. Escape temporário ou definitivo

Se  há  algo  que  não  queremos  fazer,  se  há  algo  que  queremos  evitar  isso  pode  criar  uma situação de doença. Neste caso, ela é um convite para nos alinharmos com as ações, atitudes e valores que estão congruentes com a nossa essência.


4. Existência de Crenças Limitadoras


Há uma multiplicidade de crenças que podem manifestar-se em doenças físicas. Uma delas é a crença de que não somos bons o suficiente outra é a de que não temos valor.


5. Desalinhamento com a Essência

Cada  vez  que  não  estamos  alinhados  com  os  desejos  e  valores  da  nossa  essência  a  doença pode surgir como um indicador desse desalinhamento. Pode-se manifestar como um cansaço ou como algo mais grave. Por isso, é importante avaliar as nossas intenções. Estamos a agir a partir de um ponto de medo ou estamos a agir a partir do amor? Se agirmos a partir do medo, estamos a ser escravos dele e o desalinhamento acontece, criando um desequilíbrio que pode originar uma situação de doença.



6. Emoções reprimidas

As pessoas têm a ideia errada de que quando não se permitem sentir e conetar com as suas emoções, que elas deixam de existir. Contudo, elas continuam a existir no nosso corpo. Esta repressão vai intoxicar o nosso organismo e causar disfunções. Como todo o ser humano tem dentro  de  si  um  potencial  para  ficar  doente,  níveis  altos  de  intoxicação  e  negatividade  vão fragilizar o organismo. Sentimentos como ódio, rancor, luxúria, tristeza ou orgulho tornam –se muito nocivos.



7. Magia Negra ou Possessão

A magia negra existe e a possessão de espíritos também, embora numa escala muito reduzida. Posso dizer que a magia negra e o que ela vai fazer é acelerar uma doença que já existe latente na pessoa. Essa doença poderia não chegar a manifestar-se,  mas o ritual de magia negra faz com que ela se desenvolva.

A  possessão  de  espíritos  acontece  muito  em  médiuns  ou  em  pessoas  que  estejam  muito fragilizadas  e  desempoderadas.  Um  sinal  de  possessão  também  pode  existir  quando  a medicina não chega à causa da doença ou nenhum tratamento tira a pessoa desse quadro. Se a manifestação física da doença existiu, mas não se consegue encontrar uma razão ou não se

consegue curar, então pode ser um sinal de que a pessoa está a manifestar sintomas que não são dela.


Resumindo, para saber qual a razão de estarmos doentes, vai ser preciso muito bom-senso.

Como disse anteriormente normalmente é uma mistura de vários fatores.

Quanto  mais  investirmos  no  nosso  autoconhecimento  e  no  desenvolvimento  da  nossa espiritualidade, mais fácil se torna lidar com a doença e chegar à sua causa.

 


___

Clarisse Cunhaperfil

Curiosa, questionadora e irrequieta levanta-se todos os dias a pensar no que vai partilhar.

Comunicar com os outros tornou-se na porta de acesso à sua essência. Além de colaborar com O Segredo podes deixar-te inspirar pelas suas palavras no seu site (clarissecunha.com) e instagram (@cunhaclarisse).


Os 5 estados da mente

Artigo Anterior

Práticas holísticas e os benefícios da alteração dos estados de consciência

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.