Por que os cães ficam tão felizes quando chegamos em casa? Ciência explica!

Eles nunca estão cansados demais para nos oferecerem todo o seu amor sempre que voltamos para os nossos lares. E essa atitude possui uma explicação científica.

Todos que têm cães sabem a alegria que eles nos proporcionam. Estão sempre por perto para nos fazer companhia, colocar um sorriso em nossos rostos e nos fazer enxergar a vida com simplicidade. Podemos aprender muitas coisas com eles, e uma delas é que a felicidade não é sempre encontrada em coisas complexas. Apenas a presença de quem amamos ao nosso lado já é suficiente para dar cor aos nossos dias.

Uma atitude bem comum desses nossos amigos é nos recepcionar em casa com muita excitação e felicidade, não importa se ficamos fora o dia inteiro ou apenas por algumas horas. Eles nunca estão cansados demais para nos oferecerem todo o seu amor sempre que voltamos para os nossos lares. E essa atitude possui uma explicação científica.

Por muito tempo, antes de começarem a fazer parte de nossas vidas, os cães eram lobos selvagens, e seu cumprimento era feito através de lambidas nos rostos de seus companheiros.

Para o neurologista Gregory Berns, as lambidas nos rostos são para os cães como o aperto de mão humano, uma maneira de cumprimentar socialmente.

Berns se dedica a compreender a forma como os cães enxergam os humanos. Para eles somos como sua matilha, ou somos uma diferente espécie com a qual convivem de maneira saudável? Após realizar testes de odor, o neurologista descobriu que os cães têm a habilidade identificar o cheiro de um ser humano com quem convive todos os dias, e que isso provoca sua reação de felicidade.

O pesquisador explicou que essa reação é exclusiva para os humanos, e que nem mesmos outros cachorros da mesma família recebem o mesmo tratamento. Embora isso não seja uma prova concreta de que os cães nos vejam como parte de sua matilha, eles têm um lugar especial para nós em suas mentes.

Os resultados também comprovam que o vínculo com os humanos não é apenas por interesses, como casa ou comida, mas também por amor e cuidado.

Os cães não pensam em conceitos abstratos como nós, e não existe meio termo quando se trata de seus sentimentos. Quando não estamos em casa, nossos amigos ficam tristes e entediados, e é por isso que sentem tamanha alegria ao nos verem chegar. Querem saber onde e com quem estivemos, e também se levamos comida para eles.

Há muito que ainda precisa ser descoberto sobre os cães, mas uma coisa é certa: a melhor parte de seus dias é quando voltamos para casa e podemos passar tempos juntos.

Agora você já sabe um pouco mais sobre como funciona o cérebro do seu grande amigo!

Como é a sua relação com seu cãozinho? Ele fica muito feliz ao vê-lo chegar em casa? Comente e poste abaixo uma foto de vocês juntos!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: Sergey Rasulov / 123RF Imagens



Deixe seu comentário