4min. de leitura

Por que será que a culpa é sempre dos outros?

Culpados ou inocentes? Por que será que a culpa é sempre dos outros.  É verdade! A culpa nunca é nossa!

Depois de observar várias postagens veiculadas na internet e que trazem a frase – “A culpa não é minha…” – cheguei à conclusão de uma realidade inquestionável. Isso porque nunca seremos culpados por nada. E olha! Não estou aqui para falar sobre religião, mas para os deístas isso começou na no Jardim do Éden, quando o casal que ali vivia cometeu um erro, ela culpando a serpente e ele culpando o Criador.


Atualmente vemos cenários de todos os tipos, onde as pessoas nunca assumem os seus erros, elas sempre têm para isso, um “bode expiatório”.

Vamos começar pelo cenário político. As pessoas escolhem os seus governantes, ou pelo menos, têm a liberdade de fazerem tal escolha. Entretanto, depois que esses fazem o que bem querem, culpam o sistema e ainda os reelegem. Acho que hoje, a história do Brasil se discute tanto sobre corrupção e política, que não há o que sentir nesse cenário que não seja repulsa.

A culpa é de quem? A culpa é nossa! É de todos nós! Aquele famoso jeitinho brasileiro, tornou-se um modo criminoso, no qual achamos a solução para todas as coisas, sem que tenhamos que nos responsabilizar por isso.

Depois vêm os relacionamentos matrimoniais, nos quais homens ou mulheres estão sempre culpando o cônjuge por algo que aconteceu ou que saiu errado no relacionamento, usando para isso, vários artifícios, colocando defeitos, desqualificando ou mesmo depreciando seus parceiros.


O interessante é que nunca se colocam em frente ao espelho e perguntam para si mesmo: “Onde foi que errei?” Assim a culpa é sempre do outro.

No trânsito, há sempre o culpado por não sinalizar, por não respeitar a sinalização e assim por diante. Até colocam a culpa nas rodovias, e não nas pessoas que as dirigem. Há sempre um impasse, o pedestre coloca a culpa no motorista e o motorista no pedestre, mas ambos ignoram os elementos de segurança como faixa de segurança e sinalização.

E o que dizer do meio ambiente?


Sinceramente esse talvez seja o tema que mais toma o tempo de certas autoridades mundiais.

Porque sempre aparecem com meias verdades para atenuar sua culpa e assim, nunca assumem a caótica situação na qual expõe todo o planeta que continua sendo explorado para riqueza e deleite de todos os eles.  

Por outro lado, muitos, individualmente, não se preocupam em fazer a sua parte, para que haja uma pequena diferença, porque cada um deveria pegar a sua estrela-do-mar e devolvê-la à água. Então a culpa é de todos!

E quando o amor esfria? Refiro-me ao amor, como um todo. Nesse caso, a culpa é da circunstância que vivenciamos e que o impede se aquecer primeiro dentro dos próprios corações. Deveríamos então, amar pessoas, mas temos amado “coisas”.

Muitas coisas precedem o amor em nossas vidas, e vivemos a ilusão de sermos felizes. Então a culpa é de cada um, a culpa é de todos nós.

_____________

Direitos autorais da imagem de capa: peus / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.