Por que uma relação acaba?



O término de um relacionamento pode não ser desejável, no entanto é preciso entender que ele não representa o fim de uma vida, e sim o fim de uma jornada. Mas, afinal, por que uma relação acaba?

A primeira e mais conhecida classe de fatores que levam ao término é a dos DESGASTANTES.

Problemas que se repetem, queixas constantes, brigas intermináveis e pelas mesmas razões são exemplos de elementos que podem provocar desgastes incorrigíveis.


A segunda categoria é a das DISCREPÂNCIAS EXISTENCIAIS.

Muitas vezes, um dos parceiros se desenvolve e se enche de expectativas elevadas ao passo que o outro se acomoda e até mesmo regride. É natural que aquele que se desenvolveu perca a admiração e tenha necessidade de encontrar um novo alguém mais compatível com seu grau de desenvolvimento.

Tem mulheres que se sentem injustiçadas com isto, alegam que não se desenvolveram porque se dedicaram a criação dos filhos, no entanto não adianta utilizar este tipo de desculpa, pois além do fato de haver muitas mães por aí com doutorados, corpos malhados e posição profissional de destaque, esta alegação em nada servirá para reacender o interesse da outra parte.


A terceira é a classe das TRANSFORMAÇÕES SENTIMENTAIS.

É comum que um casal que se dê bem não perceba seu relacionamento migrar de uma versão amorosa para uma versão fraternal. Há certos cuidados que podem ser tomados para se prevenir isto, entretanto, quando este problema é percebido, já é tarde demais, os dois já são muito mais irmãos do que amantes ou um dos dois vê o outro mais como companheiro fraterno do que como parceiro amoroso. Tal situação é PRATICAMENTE IMPOSSÍVEL de ser convertida, valendo muito mais a pena o término tranquilo do que a insistência desafortunada. Falo isto com conhecimento de causa tanto pessoal quanto clínico.



O término de um relacionamento pode não ser desejável, no entanto é preciso entender que ele não representa o fim de uma vida, e sim o fim de uma jornada.

A vida é o conjunto de muitas jornadas, quando uma se encerra, outra se inicia, e deve ser percorrida com a mesma seriedade e zelo dedicados a jornada anterior.

Às vezes, não é nada fácil, mas sempre é bastante necessário continuar com o mesmo anseio pela vitória final.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / fizkes






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.