Por você, tome partido! Ficar “em cima do muro” não é uma vantagem!

Ficar “em cima do muro” não é uma vantagem!

Você é do tipo que deixa a vida te levar? Que prefere ficar em cima do muro ao invés de expressar uma opinião? Fica aguardando as coisas se desenrolarem por si só em vez de decidir qual caminho seguir?

Pois eu tenho uma sugestão: tome partido! Escolha, porque se não fizer encontrará pessoas que façam por você!

A vida é curta demais para nos deixarmos levar pelas situações. Como ser o nosso melhor ou dar para o outro o melhor, se não respondo por mim e minhas atitudes?

Tem dúvidas sobre o seu poder de escolha? Ou medo em exercê-lo? Você não está sozinho. É mesmo mais fácil seguir o que o outro está falando, até porque tem um monte de gente com opinião formada para a vida delas e dos outros.

Mas tome cuidado: quem morre primeiro no meio de uma tempestade é aquele que não sabe para onde correr, que não toma partido. Fica esperando as coisas se acalmarem e acaba sendo levado pela enchente ou pela tsunami.

O que nós diríamos para alguém que está morrendo afogado em uma piscina? Escolha a direita, escolha a esquerda, mas saia do meio!

3ª via? Não!

Muitas vezes ficar no “caminho do meio” é um grande problema. Demonstra falta de coragem em escolher um lado e dar as costas  para o outro. Quando dizemos sim para a direita, automaticamente, a esquerda recebe um não.

Você pode até fazer uma pesquisa, com qualquer produto: existem as marcas super caras, aquelas super baratas e as marcas do meio. Quando bate uma crise, quem mais sofre são, exatamente, essas marcas “intermediárias”, porque quem tem dinheiro vai continuar com a marca “de luxo”. E quem não tem, vai ficar com a barata. Quem está no meio, padece. Aí, a marca do meio precisa escolher se desce os preços, sobe ou morre.

Parece um exemplo bobo, mas acontece a mesma coisa na nossa vida. Quem gosta de reality shows, como o Big Brother, já deve ter notado que o participante que nunca ganha é aquele que não se alia com nenhum grupo de verdade, que agrada a todos. O público inclusive rotula esse participante de “planta”. Vai pra lá, vai pra cá, mas precisa sempre de alguém carregando.

A Lei da Atração baseia-se no fato em que o Universo coloca pessoas em nossa vida, de acordo com nossa vibração, e nós escolhemos estar juntos ou não. Se você sentir que aquela pessoa faz parte do seu grupo de energia, que vocês têm afinidades, escolha de verdade estar com ela.

Mas, não escolha mais ou menos, não escolha pela metade, não tome uma decisão talvez, porque isso não existe. Escolha de verdade. Tome partido dela, quando necessário. Demonstre apoio. E isso, muitas vezes, implica em dar as costas para algumas coisas. Quando a gente ama, ama de verdade. Se não amamos, não amamos de verdade.

Num coração repleto de gratidão, a tristeza vai embora. Numa mente abundante, a pobreza vai embora. E o medo de tomar partido? Esse sim congela, mata.

No final da rua, encontramos uma opção de entrar à direita  ou à esquerda. Aquele que não sabe qual caminho pegar, morre sem chegar num destino final. Como dizemos bem, morre na praia.

Temos a opção de não dar com a cara no muro, espero que esse seja o seu caso.

Se quiser, entre em contato pelo e-mail que está na biografia abaixo e conheça mais meu trabalho.

Na sua vida, se você não tomar partido, encontrará várias pessoas que farão por você!

Boa sorte!



Deixe seu comentário