ColunistasReflexão

Porque aceitar suas imperfeições pode ajudá-lo a encontrar significado na vida:

porque aceitar suas3

Fiquei sentada ao lado de uma jovem no voo de seis horas de volta para casa. Dado que eu trabalho com adolescentes e que eu tenho quatro filhos adolescentes, pensei que teríamos algumas conversas interessantes.



Eu estava errado. Ela não precisava de ninguém. Ela tinha seu celular, e passou a grande maioria do voo tirando fotos e fazendo vídeos de si mesma. O resto de seu tempo foi dedicado a editar, apagar e depois avaliar os resultados, uma e outra vez.

Em casa, mais tarde, perguntei aos meus filhos se isso era normal. Eles olharam para mim como se eu tivesse acabado de acordar de um feitiço do sono.

O incidente no avião foi um lembrete da obsessão com o “eu” que aumentou nas últimas décadas. A onipresença das mídias sociais trouxe consigo um novo meio de transmitirmos nossas maravilhosas férias e momentos felizes. E o surgimento de “selfies” em todos os níveis de interação alimentou um amor-próprio que é, bem, bastante incomum para uma espécie que encontra força em números e significado em pertencer a algo maior que o eu.


Essa visão inflada de nós mesmos está nos prejudicando – não só porque o ônus da grandiosidade pode desmoronar, levando a desilusão e depressão, mas porque no momento em que acreditamos que somos maravilhosos por dentro, negamos nossas imperfeições e nos classificamos de forma indulgente. Nós justificamos nossas ações e encontramos desculpas; Ao longo do tempo, a qualidade de nossas desculpas determina a qualidade de nossas vidas. Ao tentar convencer-nos de nossa grandeza, nós nos dividimos com a nossa totalidade e devolvemos as versões menores de nós mesmos.

Aceitar nossas imperfeições não é sobre vencer-nos. Trata-se de reconhecer a fragilidade humana que está em nosso paradoxo inerente. Como a lenda Cherokee diz, temos dois lobos do coração – um de amor, o outro de ódio – e os dilemas morais são sobre qual lobo alimentar.

Em seu livro The Road to Character, o colunista do New York Times, David Brooks, escreve que é precisamente essa luta que constrói o caráter. Afinal, muitas vezes são nossas imperfeições que se tornam o ímpeto para o crescimento, e é nesse crescimento que encontramos o significado na vida.



Encontre sua imperfeição

Como forças, as imperfeições podem ficar profundamente presas dentro de você. Mas dado que trabalhar nelas pode tornar-se a sua maior fonte de realização, você deve a si mesmo encontrá-las. Você luta com suas emoções – talvez uma raiva que seja difícil de controlar? Ou uma impaciência que o impede de se comprometer plenamente com uma direção significativa? Seja inquisitivo, não julgador. Seja curioso e gentil consigo mesmo. As imperfeições não o tornam defeituoso. Elas o tornam humano.


Aprenda a se comprometer


Agora que você identificou pelo menos uma fraqueza ou área de luta, veja a perspectiva maior. Como esta imperfeição influencia os outros? Como afeta aqueles cujas vidas estão entrelaçadas com a sua de alguma forma? Desenvolva o objetivo perguntando a si mesmo: “O que essas vidas querem de mim?” Este passo permite que você se conecte a algo maior do que você e, dada a nossa configuração neural, isso faz maravilhas ao compromisso. Se sua fraqueza é uma raiva, pense em seus efeitos sobre seu parceiro ou filho, e sobre o poder que você espera sobre sua felicidade.


Use seus pontos fortes

Os pontos fortes são os “recursos naturais” que nos permitem viver a versão mais elevada de nós mesmos. Todos nós temos 24 pontos fortes que fazem parte da nossa caixa de ferramentas de caráter. E, assim como ferramentas, cada um pode ser útil em situações diferentes. Depois de identificar as imperfeições nas quais você precisa trabalhar, procure na sua caixa de ferramentas a força que pode ajudá-lo.


Imperfeições, fraquezas e sofrimentos fazem parte da nossa herança humana. Aceitá-los e trabalhar com eles através de mil pequenos atos é o que, gentilmente, combina os fragmentos de nossas vidas. E ao longo do tempo, veremos uma certa alegria surgir – a alegria de ter encontrado o todo conteúdo de uma vida significativa.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Happify Daily


Ame alguém que lhe traga mais felicidade…

Artigo Anterior

12 coisas que você entende apenas depois de se tornar tia:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.