AmizadeComportamento

Porque fazer mais amigos pode nos tornar mais solitários:

Por que fazer mais amigos pode nos tornar mais solitários 1

A solidão é uma epidemia moderna. Viemos em um mundo de pessoas ocupadas demais, e é muito comum sacrificarmos relacionamentos por mais trabalho, mais dinheiro e mais coisas.v



Mas, como uma espécie, os humanos não fazem bem por si mesmos. Nós sobrevivemos melhor em grupos onde podemos buscar apoio e empatia nos demais. Apesar da necessidade instintiva de vivermos em sociedade, a porcentagem de pessoas afirmando que se sentem sozinhas é alarmante.

Quando os sentimentos de solidão parecem nos esmagar, a correção instintiva é fazer mais amigos para socializarmos. Mas esse esforço apenas intensifica o sentimento de solidão.

Sentir-se solitário não é o mesmo que estar, literalmente, desacompanhado. Pense sobre esta situação comum: em uma reunião de família, a maioria dos parentes está sentado à mesa com os outros, mas eles estão no seu telefone conferindo seu Facebook ou mandando mensagens para outras pessoas que não estão presentes. Nenhuma das pessoas nesse cenário estão de fato, a sós, mas elas criaram certa solidão. Por terem mais interesse em companhias virtuais a físicas, eles perdem a verdadeira conexão humana através da presença.


Conexões são fáceis, mas a profundidade, não.

Parte do problema em sermos super sociais, ou fazer novos “amigos” para preencher um vazio que vem do fato de que essas conexões são vazias. Isto é devido à forma de como é fácil se conectar com pessoas novas. Uma pessoa pode ter milhares de amigos no Facebook, mas apenas realmente conhecer 50 deles . O número elevado nada significa; solidão é uma impossibilidade.

Combatendo o vício em conexões rasas

Relacionamentos profundos conectam as pessoas em um nível íntimo. Quando você realmente se conecta com alguém, você confia nessa pessoa. Essa confiança permite a troca de pensamentos e sentimentos que nos permite crescer como uma pessoa. Relacionamentos rasos, no entanto, as pessoas sentem pensamentos distantes e sentimentos são  trocados, e não compartilhados. Por que você compartilhar pensamentos e ideias íntimas, se você com alguém que você não sabe se pode confiar neles para mantê-los entre vocês?


É um ciclo vicioso: Você se sente solitário, você tenta conhecer mais pessoas, você se conecta com as pessoas inadequadas para você, e elas acabam deixando-o mais solitário. É por isso que os sábios gostam de dizer muitas vezes como eles preferem ter dois amigos muito próximos, a ter 20 conhecidos. Então o que nós devemos fazer? Parar de ser pessoas amigáveis? Não, pare de querer fazer mais amigos pela quantidade. Almeje conectar-se às poucas pessoas as quais você sente a liberdade de compartilhar seus pensamentos mais profundos.

O objetivo é construir relacionamentos reais sobre uma base sólida. Quando se está com as pessoas certas, fazer amizade com apenas algumas delas é suficiente para lhe dar o calor e conexão necessários.

Quando você se encontra fisicamente sozinho, apenas envie uma mensagem rápida para seu verdadeiro amigo ou seu grupo, isso pode fazer você se sentir melhor a longo prazo. Os verdadeiros amigos são aqueles que o deixam mais feliz e o desafiam a crescer. Se você estiver se sentindo um pouco sobrecarregado e sem saber como proceder para fazer conexões reais, comece com a compreensão de valores das outras pessoas para formar sintonias mais profundas. Quanto mais valores você compartilha com o próximo, maior será a probabilidade de se construir uma relação profunda.

Uma conexão profunda vale mais a pena do que centenas de outras rasas. Não é ruim fazer novos amigos, isso só se torna um problema quando você não presta atenção a quem você se conecta e acontece as chamadas conexões insípidas e vazias.


Não deixe que sua “fome” de se livrar da solidão cegue você. Seja seletivo sobre com quem você se comunica. Desenvolva conexões profundas e abandone as rasas. Você é muito bom para se sentir só!

____________

Traduzido pela equipe de O Segredo  Fonte: Life Hack

Referências:  The Atlantic


Estas são as evidências de inteligência que você pode ainda não ter observado em si mesmo:

Artigo Anterior

Os 6 ativadores mentais da felicidade:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.