ComportamentoRelacionamentos

Porque pessoas empáticas constantemente se apaixonam pelo narcisista “ferido”:

Alguns acreditam que o narcisista tem um passado doloroso, que ele ou ela foi submetido a um sofrimento inimaginável e, como resultado, eles assumiram um certo conjunto de comportamentos, a fim de lidar com o isso.



Muitas pessoas têm sido sujeitas ao abuso e ainda encontram forças dentro de si para não deixarem seu passado ditar o seu futuro.

Não se sabe a causa disso, mas existem muitas teorias que incluem…


  1. Valorização demasiada enquanto criança.
  2. Comportamento adquirido.
  3. Genética.
  4. Abuso na infância.

A causa é, provavelmente, mais complexa, com a possibilidade de mais de um fator, sendo a raiz desse transtorno.

Vamos conferir quando o ‘ferido’ narcisista encontra uma pessoa empática.

A pessoa empática é uma doadora que quer ajudar. Elas sentem a dor do outro e internalizam isso. Estão cheias de compaixão, acreditando no bem da humanidade. Possuindo a capacidade de se colocar no lugar do outro e tentar melhorar as coisas, muitas vezes, às custas do seu próprio bem-estar.


Por outro lado, o narcisista é um aproveitador, sugando os outros completamente para seu próprio benefício e para o inferno com as consequências, ou quem possa sofrer com o resultado (contanto que não seja eles). Pode ser uma combinação perfeita para o narcisista, mas é um jogo infernal para o empático.

Empáticos tendem a pensar que as pessoas são inerentemente boas, falham em ver que existem algumas pessoas que, de fato, não possuem qualidades como empatia e bondade.

É difícil para eles perceber que algumas pessoas podem ter, absolutamente, nenhuma boa intenção.. Falham em conseguir estabelecer limites sobre o que é aceitável e o que não é.

Um narcisista vai aproveitar essa oportunidade para tirar proveito de seu tipo e natureza indulgente. Seu objetivo será explorar e manipular a empatia por qualquer meio necessário. O narcisista tem dominado a arte de enganar e vai empregar bem suas práticas e métodos desleais e desonestos, exercendo sua influência através da qual eles, eventualmente, ganharão controle, não só da mente de seus alvos, mas praticamente de todos os seus movimentos.


Este tipo de abuso psicológico é um processo gradual pelo qual a pessoa alvo não faz ideia do que está acontecendo. Seu objetivo tem sido o amor, ajudar e aliviar a dor que o narcisista, tão convincentemente, fez com que acreditassem ser uma parte do seu passado.

Não nos esqueçamos que os narcisistas são mentirosos patológicos. Muitas vezes, retratam-se como a vítima, onde o oposto é verdadeiro… e eles são, de fato, os culpados.

Estas duas personalidades podem encontrar um equilíbrio? Receio que isso é altamente improvável. Ao longo do tempo o alvo de abuso ficará desgastado. Como um tapete que constantemente é pisado, onde antes havia beleza e toque macio, agora está sem brilho e com fibras estéreis. Eles ficarão cheios de se sentirem constantemente culpados quando as coisas não correm bem. Ficarão fartos de ser a única pessoa lutando por esse relacionamento.

Às vezes, este processo leva anos, mas, eventualmente, a maioria percebe que há um ponto sem retorno. É afundar ou nadar. Como um capitão de um navio que realiza sua última obrigação, garantindo a segurança dos passageiros e a tripulação; antes de salvar a si mesmo, a pessoa, buscando a liberdade, garante a segurança dos seus filhos e entes queridos, antes de saltar na água e nadar até a terra. Alguns podem pensar que podem permanecer à bordo e esperar que a nave permanecerá à tona, mas muitas vezes o dano é tão grave que navegar em direção ao pôr do sol não é uma opção.


Abandonar o navio não é falha. Não é uma derrota. É tomar medidas positivas para superar uma situação que se tornou  insustentável. Permanecer em um relacionamento com uma personalidade tão tóxica é semelhante a assinar sua própria sentença de morte.

Abuso psicológico destrói sua saúde, não só a saúde mental mas a sua saúde física. Não é egoísta assumir as rédeas e começar a cuidar de si mesmo. Você tem uma escolha: permanecer e ser submetido a mais do mesmo ou dar a si mesmo a oportunidade de um novo começo, uma nova vida, livre do controle e jogos mentais.

A escolha é sua, e o futuro poderá ser difícil, mas valerá a pena. Mar calmo nunca fez um bom marinheiro. Para aqueles que lidam com membros da família que exibem este tipo de comportamento, o aconselhamento por especialistas é o mesmo.

Distancie-se da personalidade disfuncional para obter a paz e a normalidade na sua vida.


___________

Direitos autorais da  imagem de capa: pressmaster / 123RF Imagens

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Mystical Raven


Pessoas queridas deixam marcas do amor que espalharam, por toda vida…

Artigo Anterior

10 comportamentos que impedem as pessoas de encontrar bons relacionamentos:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.