Porque você deve cuidar de si mesmo primeiro:

Porque as pessoas não precisam gostar de você:



Todos nós queremos curar o mundo e torná-lo um lugar melhor. E isso é vital. No entanto, antes de começar a lançar-se no cenário mundial e se envolver na vida da família, amigos e, em alguns casos, pessoas que você nem conhece, foque em si mesmo.

Você está se sentindo esgotado e exausto com todos precisando ou querendo algo de você? Nossos limites se misturam quando somos demasiado sensíveis e atenciosos. Você sente que ninguém se importa quando você tem um problema.


Faça por si mesmo como faz pelos outros


Todo mundo precisa ser amado, mas lembre-se de que você pode facilmente cair nessa missão da maneira errada. Primeiro você precisa se concentrar em gostar de si mesmo, antes de fazer os outros gostarem de você. Você é gentil para outras pessoas o tempo todo, e sim, elas podem gostar de tudo o que você faz por elas. Mas pergunte a si mesmo, você realmente gosta de quem você é? Com mais estabilidade interna, sua montanha-russa emocional fica mais controlada.

Mude sua negatividade; controle suas emoções e seus sentimentos. A felicidade não depende de fatores externos. Ela está diretamente ligada ao seu sentimento de contentamento. É possível e fácil ser feliz sendo quem você é.

Você precisa aceitar quem você é, a fim de crescer.

Estamos constantemente atolados com as necessidades dos outros. Nosso tempo, energia e espaço não permitem nenhuma produtividade pessoal. Um caminho crucial para avançar é aprender a arte gentil de dizer não. É ótimo obter elogios de outros, mas se você confiar na validação de outros, pode facilmente mergulhar em uma montanha-russa emocional. Quando você se aprecia, não sai do seu caminho desnecessariamente, e as pessoas começam a gostar do seu eu verdadeiro. Há uma falta de genuinidade em seus gestos, se você camufla-se de acordo com cursos diferentes para pessoas diferentes.



Curando as cicatrizes do sacrifício

Quando você está muito ocupado concentrando-se nas necessidades de todos os outros ao seu redor, como seu cônjuge, filhos e amigos, dá pouca atenção a si mesmo e às suas próprias necessidades. Somos ensinados, instilados e enraizados a fazer pelos outros antes de por nós mesmos.

Você já notou que as pessoas que mais se sacrificam não têm muito apoio quando decidem fazer algo por si mesmas?

Elas se tornam substitutas. E os que parecem mais egoístas terminam em altos escalões. Questione isso. Te ensinaram que é egoísta pensar em si mesmo. Pode ser desejável colocar seus entes queridos antes de você, mas reter suas próprias necessidades é um retrocesso. É afirmar ao mundo que você não importa.

Agora, examinemos o que as necessidades emocionais realmente são. Se você não sabe com certeza suas necessidades emocionais para si mesmo, também não sabe para os outros. Para prosperar no jogo da vida, você precisa resolver conflitos, estar ciente das necessidades emocionais e atendê-las.

Se você não valoriza suas necessidades, ninguém poderá valorizá-las. As pessoas nos tratam da maneira que exigimos ser tratados. Se nos tratamos como se não tivéssemos valor, os outros nos tratarão dessa forma também. E então, ficamos frustrados quando não somos respeitados.


Plano de Ação

Faça este exercício: imagine-se em um relacionamento pessoal ou comercial feliz. Como você seria idealmente tratado? A pessoa estaria ao seu lado o tempo todo ou lhe daria espaço? Anote em detalhes o que o relacionamento perfeito implicaria.

Agora, interprete esses detalhes com suas necessidades. Um exemplo que você pode notar é que a pessoa de seus sonhos permite que você tenha espaço pessoal, o que significa que suas necessidades emocionais incluem espaço pessoal, e alguém com outros interesses que não sufoquem os seus.

Quais são as suas necessidades? Anote-as:

  • Liste suas principais prioridades na etapa atual.
  • Examine seus valores-chave e se você está vivendo uma vida alinhada com eles.
  • Quais são os seus objetivos imediatos? Quais são seus objetivos para o próximo ano?
  • Como você prefere gastar seu tempo?
  • Qual atividade ou projeto você gostaria de começar?

Pergunte a si mesmo: O que você ganha sendo o salvador para todos ao seu redor ou ficando preso no labirinto da vida e dramas dos outros? Se você está muito focado nos outros, o que pode fazer para sua própria vida? Na verdade, ao não ajudar os outros, você os ajuda a avançar. As pessoas precisam tomar suas próprias decisões e encontrar suas próprias soluções e, quando você faz isso por elas, não está realmente ajudando. Se você der um passo para trás e chegar a conhecer a si mesmo, atender às suas próprias necessidades vai te fazer feliz. E se todos fizerem isso, o mundo será um lugar muito melhor.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Life Hack

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.