Notícias

Poucos meses após o nascimento da primeira filha, casal trans engravida novamente: ‘Surpresa enorme’

O nascimento de Isabella Victória representou a realização do sonho de construir uma família para Ellen Carine e Rodrigo Bryan.



Três meses e meio depois de terem primogênita, o casal trans se prepara para a chegada do segundo filho biológico. Eles moram em Montes Claros (MG).

“Foi uma surpresa enorme, nós queríamos, mas seria para daqui um ou dois anos. Foi uma gestação esperada, mas que não estava sendo planejada para esse momento”, fala Ellen.

Ao suspeitar da gravidez, Rodrigo fez dois testes comprados em farmácia, o objetivo era ter certeza do resultado.


“Eu desconfiava, mas não imaginava. Fiz os testes antes de falar pra ela, queria ter certeza. Comprei uma caixa e coloquei um sapatinho, uma roupinha e o teste. Quando soube, ela ficou sem acreditar”, conta Rodrigo, que está com um mês e meio de gestação.

Ellen diz que a surpresa com a gravidez está relacionada a dois motivos: Para terem Isabella, eles tentaram engravidar por seis meses, além disso, atualmente, os dois faziam uso de hormônios, o que dificultaria uma gestação.

“Quando nós três estamos juntos eu olho para Isabella e percebo que faltava algo antes da chegada dela. Hoje, posso dizer que estou vivendo a melhor etapa da minha vida.” Isabella nasceu de parto normal, pesando 3.110 kg e medindo 50 centímetros.

Sucesso nas redes sociais


Toda a rotina do casal, desde antes da chegada de Bellinha, como carinhosamente chamam a filha, é compartilhada nas redes sociais. Os vídeos que eles postam alcançam milhões de visualizações. Com a repercussão, Ellen e Rodrigo estão investindo cada vez mais na carreira de influenciadores digitais.

“Representar as pessoas LGBTQIA+ é uma alegria enorme. Por mais que têm momentos que sentimos vontade de desativar todas as redes e sumir, por causa dos ataques, recebemos os relatos de pessoas que nos enxergam como inspiração. Saber que você inspira alguém é gratificante e faz todo o nosso esforço valer”, fala Ellen, que sonha em fazer campanhas voltadas para a divulgação de produtos infantis.

Sobre os ataques em redes sociais, Ellen afirma que a situação piorou com o anúncio da segunda gestação. Apesar disso, ela avalia que sua família tem um papel importante na luta contra o preconceito.

“Temos mães que nos mandam mensagens falando que mostram o nosso exemplo para os filhos. Esse estímulo para a aceitação da diversidade me dá mais tranquilidade e segurança, porque são os filhos dessas mulheres que no futuro vão conviver com a minha filha”, destaca.


Depois de viver a experiência de ser pai e de estar esperando pelo segundo filho, Rodrigo diz que passou a valorizar ainda mais a importância de buscar pela realização dos sonhos.

“Eu diria para os casais que sonham em ter filhos que realizem esse sonho, não devemos deixar o que queremos de lado por conta de outras pessoas. Elas vão nos criticar de qualquer forma, só pela nossa escolha de gênero. A gente queria muito ter uma família, mas não tinha a real ideia de como iria ser. Hoje, podemos dizer que Bellinha trouxe sentido para essa nossa vontade, que está sendo realizada com muito afeto e amor, isso é o que importa.”

Direitos autorais: reprodução Ellen Carine/Arquivo pessoal


Anitta comenta carreira internacional: ‘Deixo de ganhar muito no Brasil’

Artigo Anterior

Avó, filhos e netos são presos por estupro de primas e sobrinhas em MS

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.