publicidade

Precisamos de relacionamentos mais sinceros!

Jogos de desinteresses… – Será que nós estamos realmente chatos e simplesmente não queremos nos relacionar ou não estamos preparados para o novo modelo de relacionamento que temos vivido?

Não acho que relacionamentos à base de ironia, joguinhos e indiretas demonstrem qualquer tipo de afeto. Porque, convenhamos, se a pessoa manda uma mensagem chamando-o para sair e você sempre está com uma desculpa na ponta da língua ou ignora a pessoa por algumas horas, de propósito, você não está tão a fim assim.



Entendemos quando a pessoa está ocupada. Entendemos mesmo. Afinal, se for para se basear na reciprocidade e empatia, eu também não fico com o celular 24 horas por dia. Mas quando isso se torna rotina, talvez ela não faça mais tanta questão assim. Ou pelo menos é isso que as pessoas estão demonstrando.

Eis que vem um tópico muito importante para esse nosso bate-papo: com esse mundo onde não há mais ligações e as pessoas fazem joguinhos para ver “quem tem o menor coração”, como saber se a pessoa está sendo honesta?

Acho que ninguém gosta de pessoas grudentas, que falam o tempo todo, mas também não gostamos de pessoas secas e que não demonstram o mínimo de carinho por nós. Somos humanos!

Todos nós temos períodos, onde estamos mais afetivos ou mais mal-humorados, sem querer muito papo. Considerando esses dois pontos e mantendo o foco na empatia: hoje ela o ignora, amanhã ela está mais fofa e isso não diminui, de forma alguma, o que ela sente por você.


Precisamos de relacionamentos mais sinceros. Quando a pessoa não responde, significa que simplesmente está ocupada. Quando não queremos sair naquele determinado dia, que os nossos parceiros respeitem esse espaço, e vice-versa.

E que quando, infelizmente, já acabou e não tem mais sentimento algum e a menor vontade de estar junto da pessoa, que seja dito!

Por causa desse modelo ridículo dos relacionamentos atuais é que existem pessoas infiéis, falsas, neuróticas, controladoras, ciumentas e possessivas. Vocês desconfiam de todos os passos dos seus parceiros e isso não é nada saudável.

Errar? É natural. Todos nós cometemos erros. Agora iludir, inventar e até destruir emocionalmente uma pessoa – que parecia que você gostava, é cruel.


Então, se você decidir ficar, fique por completo, sendo você mesmo, com seus altos e baixos, que nós daremos um jeito.

Mas se estiver aqui só pelas palavras bonitas, pode ir, sem olhar para trás.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.