Precisamos olhar mais para o céu!

Sim, talvez uma das causas deste caos interno e externo que o ser humano vive hoje seja o fato de ter perdido, aos poucos e cada vez mais, o costume de olhar para o céu.



Não olhando para o céu, ele se esquece da sua origem divina. Não olhando para o céu, ele se desconecta do sagrado que há em si. Não olhando para o céu, olvida da grandeza da qual faz parte.

O céu, durante o dia, é algo tão infinito e tão maravilhoso de se contemplar, especialmente se tiver os raios solares luminosos e trazendo energia a toda a existência.

Contemplar demoradamente o céu num pôr do sol de um dia ensolarado é uma das coisas mais apaziguantes que pode existir.

Agora, deslumbrante mesmo, profundo, sereno e encantador é apreciar um céu estrelado numa noite de luar… Há poucas coisas que podem dar ao homem uma noção tão clara do milagre da existência quanto essa visão.


Olhar para o céu é voltar a sentir a liberdade que lhe é inerente, é reconectar-se com os sonhos, é sentir que a magia é possível e é real.

O problema é que o ser humano anda muito atarefado, correndo atrás do tempo, sem poder se dar ao luxo de parar um momento e, simplesmente, olhar para o céu.

Além disso, a maioria vive em cidades de concreto, em moradias empilhadas, amontoadas e amplificadas, que bloqueiam a sua visão além. Acostumam-se, então, a ficar trancafiados no tempo que lhes sobra da correria, muitas vezes, sufocando emocionalmente, sofrendo sem saber direito o porquê.

Parar e olhar para o céu significa dar um fôlego para a vida. Tal como os golfinhos que vivem submersos na água e vêm à superfície, vez ou outra, para tomar um ar. É necessário. É vital.

Olhar para o céu é dar um tempo na loucura e se reconectar. Faz o homem lembrar que não é daqui, que está de passagem e que o seu lar verdadeiro é algo muito maior, mais lindo, mais livre, mais sereno e mais amoroso…


__________

Direitos autorais da imagem de capa: choreograph / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.