3min. de leitura

A primeira impressão é a que fica?

No meu ponto de vista, a primeira impressão pode nos enganar e muito.

A ideia de escrever sobre este tema, ocorreu recente, quando estava num local comercial.


Um Senhor, com uma aparência ‘fina’ , cortês, estava na fila do caixa, quando de repente, no nada, transformou-se porque o rapaz que estava com ele, ausentou-se e ele se viu sem dinheiro para pagar uma pequena garrafa de água.

Gritou com um certo desespero para o rapaz que estava do outro lado da rua, usando palavras inapropriadas e antes mesmo que o tal rapaz aparecesse, assustado, já havia procurado em seu próprio bolso e ‘descobriu’ que tinha dinheiro mais que suficiente para pagar aquela água.

Pois bem, quando o rapaz chegou, ele esbravejou numa atitude de total indelicadeza e se foram.


Saí dali pensando: – como as aparências enganam! – ditado correto, esse! E também, apenas reforçou minha crença de que a primeira impressão NÃO é a que fica.

A primeira impressão se esvai na primeira falta de educação, de ética, de orgulho, de mentira que presenciamos ou vivenciamos, quando tudo ainda estava oculto de nossa observação pelo outro saber fingir, ou por falta de um olhar mais sagaz de nossa parte.

Poderia relatar aqui, outros inúmeros casos – e até mais grosseiros , que presenciei, de pessoas com uma aparência encantadora mas que logo nos desencantam.


O bonito é sermos autênticos, até na aparência. Assim, ninguém nos confundirá e nem seremos confundidos, aparentando ser o que não somos.

Que nossas atitudes sejam tão verdadeiras e serenas e que nossos olhares sejam também tão sinceros quanto ternos, de forma que ninguém possa pensar a nosso respeito, em algum momento: – “como as aparências enganam!”





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.