Comportamento

Príncipe Harry relembrou a infância difícil: “Quero quebrar o ciclo de dor e sofrimento”

principe Harry relembrou infancia dificil Quero quebrar o ciclo de dor e sofrimento

Harry abriu o coração e revelou que deseja fazer diferente com os próprios filhos. Confira!



Príncipe Harry, 36, filho mais novo do príncipe Charles e da princesa Diana, tornou-se mundialmente conhecido em janeiro de 2020, quando ao lado da esposa, a ex-atriz Meghan Markle resolveu pedir afastamento da Família Real para conquistar uma vida de mais independência.

De acordo com informações do Correio Braziliense, na época, Harry justificou a atitude afirmando que a mídia exercia uma pressão muito grande sobre a esposa Meghan.

Com o afastamento, o casal abriu mão dos cargos dentro da linhagem envolvendo funções públicas e de privilégios, e se mudou para os Estados Unidos.


Em fevereiro deste ano, o Palácio de Buckingham informou que o príncipe Harry e Meghan Markle não retornariam como membros ativos da Família Real britânica. A decisão foi tomada numa conversa de Harry com sua avó, a rainha Elizabeth.

Embora o duque de Sussex tenha citado como principal motivo para esse desligamento questões relacionadas à esposa, ele também teve os próprios problemas conforme crescia na Família Real.

Numa matéria da BBC, de maio deste ano, Harry, que tem dois filhos com Meghan, revelou algumas experiências negativas de sua criação. O príncipe comparou a sua vida ao filme “The Truman Show”, estrelado por Jim Carrey, em que o personagem principal vive em um programa de TV, acompanhado por milhares de pessoas, sem fazer ideia desse fato.

Ele também revelou que, nascendo na Família Real, “você herda todos os elementos dela sem escolha”, incluindo o fato de que a mídia do Reino Unido “sente uma propriedade sobre você”.


O duque disse que decidiu que não queria aquela vida para si mesmo quando tinha vinte e poucos anos de idade e que agora, já com a própria família, deseja “quebrar o ciclo” de “dor e sofrimento” de sua criação, fazendo diferente com seus filhos.

Apesar disso, príncipe Harry diz que não acha certo apontar os dedos para ninguém, acrescentando que, se experimentou alguma dor ou sofrimento, que talvez seus pais também tenham sofrido, então seu objetivo é mudar as coisas.

Sobre a vida nos Estados Unidos, o duque afirmou que realmente se sente diferente, mais livre e leve, fazendo coisas que nunca poderia, se estivesse vivendo no Reino Unido. Príncipe Harry acrescentou que resolveu fazer terapia após uma conversa com a esposa, e que isso “estourou uma bolha” nele, fazendo com que percebesse que deveria parar de reclamar e fazer algo diferente com a própria vida.


Por que o segundo amor sempre supera o primeiro?

Artigo Anterior

“Se os pais vissem o que eu vejo, não dariam telefones celulares para seus filhos”, alerta policial

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.