Notícias

Príncipe William, pai de 3 filhos, diz que excesso de gente na África atrapalha o meio ambiente

PPrincipe William pai de 3 filhos diz que excesso de gente na Africa atrapalha o meio ambiente 1
Comente!

Um comentário do príncipe William sobre o aumento populacional da África durante o Tusk Conservation Awards, em Londres, não bateu bem. O príncipe herdeiro do trono britânico afirmou que o crescimento da população coloca em risco a vida selvagem no continente. Ele chegou a afirmar que a situação representava um enorme desafio para conservacionistas.

“A crescente pressão sobre a vida selvagem na África como resultado da população humana é um enorme desafio para os que defendem o meio ambiente“, foi a frase dita pelo príncipe, que tem 39 anos, e é casado com a duquesa de Cambridge, Kate Middleton, com quem tem três filhos: George, Charlotte e Louis.

A fala com tons colonialistas, proferida em um evento voltado para líderes africanos em conservação de florestas, ecoa um outro episódio protagonizado pelo príncipe em 2017, quando ele disse que o rápido crescimento da população africana colocava a vida selvagem e os habitats naturais dos animais sob enorme pressão.

“O príncipe William precisa cuidar de seus próprios negócios e levar sua mentalidade neocolonial para outro lugar“, criticou a jornalista britânica Nadine Batchelor-Hunt, nas redes sociais.

e0908958 william 1

Direitos autorais: Reprodução. 

O crescimento populacional na África de fato existe e provoca consequências ambientais. Segundo estimativas da Organização das Nações Unidas (ONU), a população da África deve dobrar até 2050 (atualmente, o continente tem em torno de 1,3 bilhão de habitantes). Um estudo publicado na revista “Scientific Reports”, em 2019, afirma que o crescimento causará degradação ambiental generalizada.

ca710ab7 gettyimages 1230070256

Direitos autorais: Reprodução. 

No entanto, a fala do príncipe britânico ignora completamente que as mudanças climáticas que tanto têm prejudicado o meio ambiente têm como causa principal a degradação humana provocada pelas nações ricas.

Comente!

Marília Mendonça deixou mais de 100 músicas para lançar

Artigo Anterior

Há sete anos juntos, Samara Felippo fala de relacionamento aberto com humorista: “Já aconteceu, mas não é fácil”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.