Procurando a “metade da laranja”? Então, você precisa ler isso!



Procurando a “metade da laranja”?

Seja em rodinha de amigas, entre o pessoal das redes sociais ou em textos em geral, todos dizem mesma coisa: procura-se alguém que seja assim, assado ou que faça isso e mais isso.

Gente, amor não é lista de mercado! As coisas definitivamente não funcionam assim.

Nunca na história duas pessoas se encontraram e se amaram porque tinham as características que apreciam um no outro.

Isso pode ser uma consequência. Mas o iniciar é que o “bicho”(espírito) de um deles entrou em fase com o “bicho” do outro e pronto, deu-se o início.

Agora o emaranhamento quântico já é outra história: ou se constrói, ou já está construído de outras vivências.

O que percebo é que as pessoas, tanto homens, quanto mulheres, estão com um vazio interior grande e com necessidade de encontrar alguém que o preencha.

Não é mais o somar que acontece.

Estão procurando metade da laranja, sendo que somos laranjas inteiras!

Um relacionamento é para se somar.



É para deixar livre o desejo de encontrar o outro.

Sem cobrança se vai ou não ligar amanhã, se está no lugar que falou que estaria. Isso é viver em tormenta!

Claro que é preciso certo amadurecimento de ambos para fluir esse soltar, pois é um compromisso baseado no amor incondicional e suas virtudes, pleonasticamente, positivas.

Baste-se! Seja você o seu próprio asfalto. Não precisa de ninguém para te amar, para te desejar, seja completo(a)!

Dessa forma, você emanará uma frequência de onda e o eco será alguém tão elevado quanto você.

___________

Direitos autorais da imagem de capa: mallivan / 123RF Imagens






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.