4min. de leitura

Professora aposentada abre sua casa para alfabetizar adultos de graça

Uma vez professor, sempre professor. Quem dedica sua vida a ensinar outras pessoas percebe que se trata de muito mais do que apenas um trabalho, mas de uma missão.

Ajudar outras pessoas a abrirem suas mentes para enxergarem o mundo com mais significado é um verdadeiro dom, algo que transforma a vida! Não é fácil abandonar algo assim, e é por isso que muitos professores, mesmo depois de aposentados, continuam reservando um tempo de suas vidas para seguirem ensinando aqueles que estão interessados em aprender.


Esse é o caso da professora mineira de Patos de Minas, Eunir Alves Moreira de Faria, que aos 77 anos e aposentada se recusa a deixar de lecionar. Recentemente, ela colocou um cartaz no portão de sua casa, avisando que estava oferecendo aulas de alfabetização gratuita para adultos.

“Sinto a necessidade de ver pessoas lendo e escrevendo”, disse a professora em entrevista ao G1. “Eu tenho duas mesas e dez cadeiras na varanda e foi esse ambiente que disponibilizei para proporcionar estudo a quem não tem. Colei o papel há pouco mais de uma semana e já consegui preencher todas as vagas. Inclusive, vou dar aula no período noturno para atender também quem trabalha”.

Eunir lecionou por 25 anos e se alegra em saber que pode levar conhecimento para as pessoas, nesse caso especialmente para aqueles que nunca tiveram a oportunidade de se dedicar aos estudos.

“Eu me sinto melhor como pessoa e ao mesmo tempo volto a fazer o que me dá prazer: dar aula. Como moro sozinha também é uma forma de estar sempre acompanhada”, ressaltou.


Os moradores da cidade mostraram interesse muito rápido nas aulas de Eunir, e um caso em especial tocou o coração da professora. No primeiro dia em que colocou o cartaz uma mulher a procurou e, quando descobriu que as aulas eram gratuitas, chorou de felicidade por saber que finalmente poderia aprender a ler e escrever.

“Isso me emocionou e me fez ter a certeza de que o dinheiro não tem muito valor quando o assunto é educação. Proporcionar uma vida diferente ao outro, isso sim não tem preço”, comentou a professora.

Como muitas pessoas não têm nenhum conhecimento sobre escrita ou leitura, Eunir teve uma ideia muito legal!


Ela criou uma cartilha ilustrada para ajudar no aprendizado, que dura por cerca de 6 meses e ajuda bastante os alunos a se familiarizarem mais com as letras. 

A iniciativa está ajudando tanto os alunos quanto Eunir, mostrando que ajudar as outras pessoas é ajudar a si mesmo. Ela pretende continuar com o projeto e agora espera que sua atitude possa inspirar outras pessoas a também dedicarem um pouco de seu tempo para fazer uma boa ação.

“O mal espalha muito fácil, mas o bem nem sempre. É necessário sacrificarmos um pouco para ajudar o outro. Isso é ser humano e eu desejo sim ser um exemplo já que o Governo não dá a atenção que a educação merece”, disse.

Que grande exemplo! Dona Eunir merece toda a nossa gratidão. Esperamos que ela seja uma inspiração para os novos profissionais da educação.

Compartilhe essa linda iniciativa com os seus amigos através das redes sociais!


Direitos autorais da imagem de capa: Vinícius de Salles





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.