Notícias

Professora denuncia agressão de aluna em SC após conflito por uso de celular

professora denuncia

Uma professora de 49 anos registrou um boletim de ocorrência (B.O.) contra uma aluna de 16 em Siderópolis, no Sul catarinense.



A mulher diz que a estudante a agrediu em sala de aula após ela pedir que a adolescente guardasse o celular. A Polícia Civil investiga o caso.

Segundo a professora, a aluna a feriu no pescoço. A mulher fez exame de corpo de delito.

Em relação ao celular, a professora afirmou que o estatuto da escola proíbe o uso do aparelho em sala de aula. O caso ocorreu na quarta-feira (6). A NSC TV não conseguiu contato com a família da estudante.


A adolescente é aluna do oitavo ano do ensino fundamental na Escola Municipal Miguel Lazzarin. Imagens das câmeras de monitoramento da unidade foram entregues à Polícia Civil. A adolescente deve ser ouvida na semana que vem.

Segundo a Polícia Civil, o caso vai seguir em segredo de Justiça, como prevê o Estatuto da Criança e do Adolescente. Por meio de nota, a Prefeitura de Siderópolis informou na quinta (7) que a aluna foi afastada da escola, e que ainda analisa outras medidas a serem tomadas. O município disse, ainda, que repudia todo e qualquer ato de violência, seja ele verbal ou físico.

Henry: Babá que protegeu Jairinho foi cabo eleitoral para elegê-lo vereador

Artigo Anterior

Mãe de Paulo Gustavo nega convite para encerramento da CPI: “Só se eu fosse louca”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.