MotivaçãoVida

Projetando uma vida exuberante

liberdade 1024x658 1

Limitar a visão que se tem da vida com base em circunstâncias ou competências atuais, não irão contribuir para uma vida mais equilibrada e um futuro melhor.



Nem sempre temos todas as ferramentas necessárias para a mudança que queremos fazer.  Mas isso não é impedimento algum para começar a criar uma nova vida; a começar pensando sobre isso.

Dentro de cada ser humano há um forte desejo de crescer, desenvolver, expandir e progredir…   Quando fazemos algum progresso na vida nos sentimos vivas, conectadas; em sintonia com algo maior.  E assim nos conectamos com nós mesmas e com a vida!

Porém, é preciso focar, ter disciplina e clareza de pensamento sobre aquilo que desejamos criar. Afinal, tudo aquilo que colocamos a nossa atenção tende a acontecer.  O dia-a-dia nos dá inúmeras possibilidades de avançar.  Mas esse é um trabalho diário e constante.


É como pintar um quadro, criar um móvel ou transformar alguma coisa: aos poucos a imagem vai surgindo.

Há algum tempo assisti no canal GNT o programa, Casa Brasileira, sobre um projeto criado pela Paisagista Maria João.  Além da exuberância do projeto, o que mais me chamou a atenção foi a forma com que ela interpreta tão bem o trabalho de criar… Em síntese, (sem minimizar) consiste em visualizar a imagem da vegetação frondosa, em meio, onde antes era um pasto repleto de barrancos, surgir canteiros com mais de um quilômetro de flores, respeitando as curvas naturais do terreno.

Para avançar é preciso transformar a “paisagem” em algo que esteja em sintonia com aquilo que buscamos.


Eu acredito em crescimento e desenvolvimento constantes.  Se isso não está acontecendo  talvez seja por conta das distrações do mundo exterior e da falta de disciplina que podem estar gerando distorções na mensagem que você está enviando ao universo.

Fazer algumas perguntas é um bom começo:

* Qual direção eu quero seguir?  Lembre-se que as circunstâncias ou competências do momento fazem parte do presente.  Um modo mais fácil é dissociar o seu desejo de qualquer questão atual como por exemplo, questões financeiras.

* Quais objetivos eu quero alcançar? Não importa se eles não estão relacionados com o que você faz agora.  Mais adiante eles poderão ser complementares.


* Quais movimentos eu preciso fazer para alcançá-los?  Ler, fazer um curso, desenvolver novas habilidades, participar de grupos de discussão em redes sociais (por exemplo) ou presenciais.

Nem sempre o terreno que a vida nos apresenta é plano.  Porém…

é preciso respeitar as curvas naturais e projetar a vida de forma exuberante,

procurando focar naquilo que realmente importa.


Com amor,

Cristina

A psicologia da gratidão

Artigo Anterior

10 perguntas críticas que você deve fazer a si mesmo

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.