Comportamento

Público está criticando filha de Angelina Jolie e Brad Pitt por usar vestidos. E não está tudo bem!

2 capa site Publico esta criticando filha de Angelina Jolie e Brad Pitt por usar vestidos E nao esta tudo bem

O debate sobre gênero e sexualidade de Shiloh Jolie-Pitt se tornou público quando ela começou a ser fotografada por paparazzis vestindo roupas masculinas.



Assim que as pessoas nascem, ou mesmo antes, durante um ultrassom de rotina, os médicos costumam dizer se a criança é menino ou menina. Embora para muitos pareça um procedimento-padrão, para outros pode significar uma forma de rotular um indivíduo que ainda nem sequer nasceu.

A generificação dos corpos atualmente é debatida de maneira mais aberta, com grandes personalidades falando sobre como descobriram ser transgêneros.

Os indivíduos que se dizem trans são aqueles que transitam entre os gêneros, não aceitando o que lhe foi atribuído pelos médicos e os equipamentos de ultrassonografia, etc. Quem se identifica com o gênero atribuído no nascimento é chamado de cisgênero, mas ainda existem muitas nomenclaturas sendo criadas e linhas de estudo que defendem que nem sequer deveriam existir padronização para os corpos.


A jovem Shiloh Jolie-Pitt, de 15 anos, filha de um dos casais mais badalados de Hollywood, Angelina Jolie e Brad Pitt, já deu o que falar no seu nascimento. Os pais decidiram ir para a Namíbia, onde aconteceu o parto, para que conseguissem se livrar dos fotógrafos que queriam a todo custo imagens da menina.

Primeira filha biológica do casal, Shiloh teve suas fotos do nascimento vendidas pelos pais para a revista People, por um valor que atualmente passaria de R$ 20 milhões. O dinheiro foi doado para instituições beneficentes, e muitos tabloides disputaram de maneira veemente as imagens exclusivas da herdeira.

Assim que chegou, Shiloh já tinha os irmãos Maddox e Zahara, adotados pelos pais. A família cresceu um pouco mais, com Pax, que também foi adotado, e os gêmeos Vivienne e Knox, biológicos. À medida que a menina crescia, Angelina já defendia publicamente uma personalidade diferente das demais, chegando a se comparar a ela na infância.

2 2 Publico esta criticando filha de Angelina Jolie e Brad Pitt por usar vestidos E nao esta tudo bem

Direitos autorais; reprodução YouTube/Entertainment Tonight.


Em uma entrevista à Vanity Fair, a atriz comentou que Shiloh era engraçada e que gostava de se vestir com fantasias nas brincadeiras. Algum tempo depois, a mãe revelou que a filha gostava de ser chamada de John ou Peter e que também preferia se vestir com roupas masculinas. A partir daí, grande parte da mídia caiu em peso atrás da história da criança, tentando compreender se estávamos diante de uma pessoa trans ou apenas de uma liberdade de expressão.

Até hoje é possível encontrar vídeos e textos de colunistas acusando Angelina Jolie de transformar Shiloh em um menino intencionalmente. Os anos se passaram e os holofotes voltaram a recair sobre os pais, que passaram por um divórcio amplamente noticiado, que envolvia rumores de violência doméstica, alcoolismo e descontrole emocional, culminando na guarda unilateral de todas as crianças para a mãe.

2 3 Publico esta criticando filha de Angelina Jolie e Brad Pitt por usar vestidos E nao esta tudo bem

Direitos autorais; reprodução YouTube/Entertainment Tonight.

Recentemente, com o lançamento do novo filme da Marvel, “Eternos”, Angelina Jolie e os filhos apareceram no tapete vermelho no “Dolby Theatre”, em Los Angeles, para a estreia oficial do longa-metragem. Além da beleza irreverente da atriz, Shiloh voltou a chamar a atenção tanto da mídia quanto do público por usar vestido.


Em um vestido de bainha de lenço bege e sapatilhas de couro branca, além de lembrar muito a mãe na mesma idade, a jovem atraiu novos comentários sobre seu gênero. Nas redes sociais, alguns usuários chegaram a afirmar que Shiloh provavelmente estava confusa quanto à sexualidade e que traumas de infância poderiam ter desencadeado isso.

Sem compreender a aparição da jovem em trajes considerados femininos, ao melhor estilo vintage, já que utilizava uma antiga roupa da mãe, o público teceu sucessivos comentários cruéis, afirmando que “agora ela voltou a ser mulher”, ou afirmando que a forma como aparece agora confirmava que era a “mãe quem obrigava” a garota a vestir roupas consideradas masculinas.

Mas, resgatando inclusive uma entrevista de Angelina Jolie ao Daily Mail, em 2011, ela afirmou que não via necessidade de enquadrar Shiloh em um padrão de gênero. Para a mãe, seu comportamento não precisava ser interpretado, inclusive afirmou que existem crianças que colocam uma capa e querem ser o Super-Homem, e sua filha se vestia como menino apenas porque queria ser igual aos irmãos.

2 4 Publico esta criticando filha de Angelina Jolie e Brad Pitt por usar vestidos E nao esta tudo bem

Direitos autorais; reprodução YouTube/Entertainment Tonight.


Os comentários ofensivos suscitam o debate acerca da necessidade de opinar sobre o corpo, o gênero, a sexualidade e até o vestuário de outras pessoas, principalmente quando são públicas. A “confusão” não está na forma como ela age ou o que escolhe vestir, está nas pessoas que acreditam que podem ofender e acusar outras a todo momento, sem se preocupar com os possíveis danos físicos e emocionais que isso pode causar.

Não está tudo bem falar sobre o corpo ou a aparência de ninguém, independentemente se são pessoas públicas ou não, principalmente em uma época em que as redes sociais dominam as relações humanas. Quando partimos do princípio que o outro nos deve algum tipo de satisfação em relação ao próprio corpo, passamos a tratá-lo como um objeto, um bem material, como se nem humano fosse. Precisamos atentar para o discurso e, principalmente, à nossa prática.

Você é uma pessoa imatura? A quantidade de gatos que enxergar te ajuda a descobrir!

Artigo Anterior

Após ofensas de humorista, moradores postam fotos para exaltar Praia Grande: ‘Orgulho de ser’

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.