publicidade

Pule fora enquanto dá!

Há uma reflexão/metáfora comumente utilizada em palestras, workshops e cursos de administração, coaching, liderança ou motivacionais que, com ou sem embasamento científico, é sempre uma boa reflexão para um domingo qualquer, em que provavelmente esse post vai encontrar você submerso numa tremenda confusão mental, tentando dar sentido à própria vida, perguntando-se como foi parar na situação em que está e o porquê de não estar conseguindo sair dela. Se já conhece, repense-a, se nunca viu, espero que hoje seja o momento certo!



“O SAPO NA PANELA – Se você puser um sapo numa panela, enchê-la com água e a colocar no fogo, vai perceber uma coisa interessante: o sapo se ajusta à temperatura da água e permanece lá dentro. E continuaria se ajustando, quanto mais subisse a temperatura.

sapo

Quando a água estivesse perto do ponto de fervura e o sapo tentasse saltar para fora, não conseguiria, porque estaria muito cansado devido aos ajustes que teve que fazer. Alguns diriam que o que matou o sapo foi a água fervendo. O que o matou, na verdade, foi a sua incapacidade de decidir quando pular fora.

Pare de se ajustar às pessoas erradas, relacionamentos abusivos, amizades parasíticas, trabalhos fim-de-carreira e tantas situações que vivem “esquentando” você. Quando você já fez tudo o que pôde e ainda tem que viver fazendo mais, você corre o risco de morrer tentando, e não alcançar nada. Saia fora disso! ” (Autor desconhecido)


P.S. Alguns atribuem a autoria dessa reflexão a Gilmour Ramos, mas infelizmente o afã moderno de tomar para si as ideias alheias, sem atribuir-lhes crédito (o que em nada me parece brilhante), não nos permite afirmar com certeza. Seja quem for o autor, parabéns, excelente reflexão!

Lucy Rocha- Personal Coach


Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.