publicidade

Qual o seu tipo de inteligência?

Inteligência não é mais uma questão de “ser ou não ser”.



Todos nós temos inteligências múltiplas em diferentes intensidades e variações.

Dentre as teorias acerca da inteligência, existe o estudo do psicólogo Howard Gardner, que apresenta uma visão pluralista da mente. Gardner relaciona inicialmente sete inteligências.

Que tal descobrir qual ou quais são as suas?

1. Lógico-matemática

Relacionada à habilidade em matemática, operações que envolvam cálculos e abstração. Predominante em matemáticos, engenheiros, cientistas, etc.



2. Linguística

Relacionada ao domínio da linguagem verbal. Bastante expressiva nos autores, escritores e poetas.


3. Espacial

Relacionada à capacidade de orientar-se espacialmente e expressar graficamente as ideias visuais. Predominante em arquitetos, decoradores, escultores e pintores, por exemplo.


4. Musical

Relaciona à capacidade de utilizar a música como veículo de expressão. Predominante, principalmente, em maestros e instrumentistas.



5. Corporal-cinestésica

Relacionada ao domínio dos movimentos do corpo. Habilidade para utilizar o corpo como meio de expressão. Predominante em dançarinos, atletas, artistas, etc.


6. Interpessoal

Capacidade de se relacionar com as outras pessoas compreendendo os sentimentos e as necessidades alheias. Encontra-se mais desenvolvida em professores, terapeutas, líderes religiosos, etc.


7. Intrapessoal

Capacidade de se autoconhecer, de ter conhecimento das próprias potencialidades, e utilizá-las para viver uma vida mais plena.

Gardner informa que TODAS as inteligências são importantes e têm iguais prioridades, embora nossa sociedade coloque as inteligências linguística e lógico-matemática como as mais valorizadas.

Acrescenta ainda que, além das sete, existe a inteligência naturalista, que é a sensibilidade para interagir com a natureza, como fazem os biólogos, ambientalistas, etc. E outra, que seria a nona, considerada inteligência existencial, voltada para questionamentos filosóficos e religiosos.
Segundo o psicólogo, essas são as inteligências múltiplas evidenciando o pluralismo do intelecto. Portanto, se você é uma pessoa com baixo grau de inteligência lógico-matemática, por exemplo, não quer dizer que não seja inteligente, e sim que tem outro tipo mais desenvolvido do que este.

Devemos ter em mente que todos temos vários tipos de inteligência em diferentes graus, e que todas elas podem ser exercitadas, assim como podem funcionar separadas, juntas e associadas em graduações infinitas.

Essa diversidade de aptidões e graduações que nos faz diferentes uns dos outros e que nos torna únicos.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.