Qualquer situação ensina, seja ela boa ou ruim, tem sempre alguma mensagem para nos passar



Sobre as vicissitudes da vida e seus ensinamentos.

Conforme o tempo discorre diante de nós, vamos aprendendo que nada nessa vida é estático, concreto ou permanente. A vida é uma constante mutação, cheia de vicissitudes, ou seja, recheada de acasos e de altos e baixos.

Quando nos conscientizamos disso, conseguimos desacelerar e nos preocuparmos um pouco menos com algumas questões, aprendemos, ENFIM, que tudo passa, mesmo que demore mais do que gostaríamos.

E quando passa percebemos que nossa ansiedade, medo, preocupação e angústia não nos levaram a nada. No máximo nos deram alguns cabelos brancos a mais. Já dizia Bial em seu filtro solar: preocupação é tão eficaz quanto mascar chiclete para tentar resolver uma equação de álgebra.

Por isso, quando a vida o presentear com algo inesperado, com suas vicissitudes, procure desacelerar para aprender a entender o porquê de determinada situação.

Temos que tentar sair da tempestade, do olho do furacão, para enxergar do lado de fora e tirar dela seus mais sábios ensinamentos.

Porque qualquer situação ensina, seja ela boa ou ruim, tem sempre alguma mensagem para nos passar.

Algumas palestras ou vídeos da Monja Coen falam disso, que do período do nosso nascimento à nossa morte, tudo e qualquer coisa vai passar. Um relacionamento ruim vai passar para vir um melhor. Uma doença vai passar para ficarmos mais fortes e mais humildes. A dor da perda de algo ou alguém vai passar, ou amenizar, para valorizarmos quem ou o que ficou. Os problemas passam para vir a alegria, assim como a alegria também passa para vir novos períodos de incertezas. Isso é normal. Aspectos que hoje parecem bons, amanhã podem não ser, mesmo que sejam iguais. E quanto antes a gente entender isso, menos vamos sofrer.

Viver na crença de que temos alguma solidez, segurança e estabilidade em meio à tamanha mobilidade é garantia de frustração e sofrimento. Por isso necessitamos dos ensinamentos sobre a impermanência” (Lama Padma Samtem)



A Frase acima eu tirei dos ensinamentos sobre a filosofia budista, que nos ensina cada vez mais que em meio ao caos.

Enquanto esperamos a tempestade passar, devemos aproveitar a chance de aprendizado que temos, até que o arco-íris apareça.

Não se desespere! Acalme e espere! Não se preocupe! Ocupe-se e aprenda!

Não se perca na turbulência! Encontre-se e cresça! Não se aprisione na dor! Liberte-se e viva! Tenha fé! Creia e aproveite!

Namastê!



Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: dmitrimaruta / 123RF Imagens






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.